Argel, tua batata ta assando

Facebook Twitter Google+ LinkedIn WhatsApp

O Inter precisa, como se diz lá na campanha, se aprumar. O time está em quinto lugar no Gaúchão e vem empilhando más atuações desde que o pé frio Mick Jagger pisou no solo do Beira-Rio. Superstições à parte, ontem, contra o retrancado Lajeadense, a equipe foi incapaz de sair do 0 a 0. O Colorado ainda não conseguiu definir um padrão de jogo. Não consegue repor a perda de D’Alessandro já que Anderson sucumbe a cada partida na tarefa de articular. Os jovens e promissores da Base tem atuações irregulares e a batata de Argel Fucks já começa a cheirar na brasa. Um indicativo disso é a aproximação de Odair Hellmann do comandante, não se sabe se para auxiliá-lo ou para inteirar-se do trabalho, caso precise assumir como interino novamente, numa eventual dispensa de Argel. Quarta, o time joga contra o Fluminense, em jogo único, no Estádio Mané Garrincha, em Brasília, pela Copa da Primeira Liga, sem a espinha dorsal do time.  Dourado e Alisson, convocados para as seleções olímpica e principal, respectivamente, não poderão atuar contra os cariocas. Paulão, expulso no Gre-Nal que também valeu pela fase classificatória do torneio, também é desfalque.

Caso o Colorado seja desclassificado da Primeira Liga, especula-se que Argel pode aterrissar em solo gaúcho já desempregado. A “ficha um”, pelo menos das redes sociais, é Marcelo Oliveira. Segundo o jornalista Fabrício Falkowski, setorista do Inter no jornal Correio do Povo, o nome do ex-palmeirense também agrada a vários dirigentes colorados.

Onde há fumaça, a fogo.

Leave a Reply

%d blogueiros gostam disto: