Grêmio vence Juventude, mas está fora da final

O Grêmio bateu o Juventude por 3 a 1 neste domingo, na Arena, mas não conseguiu passar às finais do Gauchão. O resultado de 2 a 0 para o time de Caxias no jogo de ida foi determinante para a eliminação gremista.

O Tricolor pressionou durante toda a partida e apesar dos gols de Walace, no primeiro tempo, Giuliano e Bolaños, o time foi surpreendido pelo despretensioso chute de Roberson que teve sua trajetória desviada em Bressan antes de morrer no fundo da rede de Marcelo Grohe.

Grêmio iniciou a partida pressionando, pois necessitava de dois gols para levar para os pênaltis e de três para chegar à final. Aos três minutos, Wallace arriscou de fora da área e marcou um golaço. O chute forte fez a bola entrar no canto esquerdo de Elias. Grêmio 1 a 0 Juventude.

Mesmo em vantagem, o Tricolor seguiu pressionando e não dando espaços para o adversário que não conseguia troca três passes. Com a marcação adiantada, o Grêmio marcava a saída de bola e dificultava a criação de jogadas.

Aos 12 minutos, Douglas cruzou e Giuliano desviou de cabeça, a bola cruzou a área na frente de Elias. Bobô chegou a dar o carrinho, mas não evitou que a bola saísse pela linha de fundo.

Mesmo com o domínio das ações ofensivas, o Grêmio só conseguiu criar nova chance de gol aos 33. Após escanteio da esquerda de ataque, a bola bateu em Bressan, quicou e Elias fez excelente defesa. No rebote, a bola bateu no joelho do zagueiro e saiu à esquerda pela linha de fundo.

Aos 41minutos, Elias soqueou a bola para fora da área e Walace não deixou a bola cair e bateu muito próximo ao poste superior do Juventude. Aos 44, Luan entrou a dribles pela direita de ataque, e bateu. O goleiro do Juventude saltou e empurrou a bola pela linha de fundo, evitando o segundo gol.

No segundo tempo, logo a um minuto, Giuliano recebeu passe de Douglas e, de dentro da área, driblou o marcador e chutou no canto esquerdo de Elias decretando o 2 a 0, porém enquanto o tricolor e sua torcida ainda comemoravam, Roberson, marcado por três jogadores, arrematou. A bola desviou nas costas de Bressan traindo Grohe.

Foi um balde de água fria nas pretensões do time de Roger Machado, pois exigia mais dois gols para a classificação já que, pelo regulamento, a decisão por pênaltis não era mais possível. O técnico então resolveu apostar em Miller Bolaños. O equatoriano ingressou no lugar de Bobô e deu mais poder de ataque ao Grêmio. E deu certíssimo. Aos 12 minutos, após combinação de Maicon e Giuliano, que ingressou na área em velocidade, a bola sobrou para Bolaños, que empurrou para a rede com um carrinho.

Precisando de mais um gol para classificar, o Grêmio seguiu pressionando e criando oportunidades. Aos 17, Luan aproveitou sobra e chutou de fora da área. A bola passou raspando o poste esquerdo de Elias. Dois minutos depois, Douglas chutou da direita, Elias tocou com a ponta dos dedos, a bola bateu no travessão e saiu pela linha de fundo.

O cansaço foi se abatendo sobre o time de Roger que seguiu insistindo, mas passou a ter dificuldades para criar chances claras de gol. Aos 37, Luan passou por dois marcadores e bateu de perna esquerda, mas a bola saiu à direita da meta do Juventude. Dois minutos depois, Henrique Almeida recebeu passe dentro da área, mas, na frente de Elias, chutou rasteiro e o goleiro defendeu com tranquilidade.

Nem os cinco minutos de acréscimos do árbitro Jean Pierre de Lima a presença de Marcelo Grohe nos minutos finais na área adversária foram suficientes para o Tricolor marcar o gol da classificação. Com o resultado, o Grêmio está fora da final do Gauchão e o Juventude enfrenta o Inter.

A Federação Gaúcha de Futebol ainda não divulgou o dia e o horário da final, mas a tendência é que a primeira partida ocorra no próximo domingo, às 16h, no estádio Alfredo Jaconi. A partida de volta deve ocorrer, no mesmo horário, mas no dia 14, no Beira-Rio.

Ficha Técnica

Grêmio 3

Grohe; Ramiro; Fred, Bressan e Marcelo Oliveira; Walace (Lincoln), Maicon, Giulano e Douglas (Henrique Almeida); Luan e Bobô (Bolaños). Técnico: Roger Machado.

Juventude 1

Elias; Helder, Heverton, Klaus e Pará; Wanderson, Itaqui (Lucas), Bruno Ribeiro e Hugo (Wallacer); Dieguinho (Vacaria) e Roberson. Técnico: Antônio Carlos Zago.

Gols: Walace (3min/1ºT), Giuliano (1min/2ºT) e Bolaños (12min/2ºT) e Roberson (2min/2ºT)

Cartões amarelos: Ramiro, Bressan e Fred (G) e Lucas, Bruno Ribeiro, Hugo e Dieguinho (J)

Cartão vermelho: Hélder (J)

Árbitro: Jean Pierre de Lima.

Auxiliares: Leirson Peng e Michael Stanislau

Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)

 

 

 

 

Related Posts

Leave a Reply

%d blogueiros gostam disto: