UM NEGÓCIO DE 85 BILHÕES | Por Yeda Crusius

Facebook Twitter Google+ LinkedIn WhatsApp

Petrobrás nos governos Lula-Dilma para financiar ditaduras amigas pelo mundo, manter-se no poder, e enriquecer tantos quantos a operação Lava Jato vai desvendando? Hoje, neste Brasil sofrido devido à consciência de quanto se roubou nesse período, é um número realista do saque em reais já contabilizado à riqueza nacional acumulada na Petrobrás, nas elétricas, nos fundos de pensão, em cada canto de onde foram extraídas nossas riquezas conquistadas por décadas de trabalho, de produção, de investimento, de inovação, de estudo, e de gestão.

Só que não. Esse valor, realista em reais para quantificar parte da roubalheira organizada nos 13 últimos anos, é em dólares. É o valor o valor de um gigantesco negócio privado, pelo qual a AT&T paga à Time Warnes para comprá-la, e fazer a fusão entre AT&T e Time Warner, gigantes de mídia, centenárias, e que levam a todo o mundo telefonia, filmes em canais de TV fechada, de streaming (que não ouso traduzir mas para o qual o youtube é um exemplo), e mais revistas e jornais, e muito mais. Um mundo de mídia no qual estamos mergulhados. O objetivo da fusão é concorrer com a NetFlix e a Amazon no fornecimento de serviços de vídeo-e-voz, outras duas gigantes do setor.

Nossa forma de viver hoje tem tudo a ver com a mídia e seus serviços. A invenção do WhatsApp, por exemplo, alterou a vida das pessoas, que se comunicam por texto, vídeo, áudio, em grupos, instantaneamente, através do celular, assim como mudou a forma de comunicação das rádios, que tem nos seus ouvintes repórteres voluntários seja de onde for que estejam esses ouvintes, pois recebem destes vídeos e áudios contando e opinando sobre tudo. Gratuito é esse serviço para quem tem celular. Basta baixar o aplicativo. Pois o gigante de mídia Facebook comprou de seus donos o WhatsApp por 16 bilhões de dólares em 2014. Gigantesco negócio! Tão grande quanto os desvios pela Petrobrás e BNDES. Bilhões de reais continuavam a ser surrupiados no país ainda iludido com a realização da Copa do Mundo e da Olimpíada ali adiante de 2016 como se a finalidade de trazer esses eventos não tivesse sido a “oportunidade de negócios” em tudo para a ORCRIM montada a partir de Brasília. Que choque de realidade nos permitiram ter os processos do Mensalão e da Lava Jato. Enfim.

Passou? Ainda não, não estão terminados nem esse processo nem estão sendo atacadas as fontes que permitiram que assim fosse. Então vamos continuar a comparar números. O bom é que as ações da Petrobrás, sob nova gestão, aumentaram 170% neste 2016. Tempo de recuperar a empresa mais endividada do mundo, que volta às suas finalidades. Enfim.

Posts Relacionados

Leave a Reply

%d blogueiros gostam disto: