O GOVERNO GAÚCHO TANGENCIA SOLUÇÕES PARA A ÁREA DA SEGURANÇA PÚBLICA | Por Polibio Braga

Facebook Twitter Google+ LinkedIn WhatsApp

O governo estadual pensa usar contêineres, navios e até prédios públicos

para abrigar presos em processo de triagem.

 

Ninguém pensou em utilizar aviões ou naves estelares.

O secretário Cesar Schirmer, avisou que o uso seria provisório, já que o

governo construirá centros de triagem.

Ele não explicou por que ninguém pensou nisto durante os dois primeiros

anos do atual governo.

 

Antes de procurar o distinto público para levantar propostas tão

estapafúrdias, o governo estadual poderia tratar do caso da Penitenciária de

Canoas, 2.400 vagas à disposição para uso imediato, que está pronta, mas o

governo não consegue vesti-la e lotar pessoal para operá-la.

 

Eu conversei várias vezes com o secretário municipal da Segurança de

Canoas, Alberto Koppitke, que me disse o seguinte:

– Fizemos de tudo para ajudar, inclusive doando o terreno e gastando

muito dinheiro, mas o governo estadual não cumpre a sua parte.

 

Há duas semanas, convidei o novo secretário da Seguranças, Cezar

Schirmer, para visitar comigo a Pecan. Ele me disse que tinha assumido

agora, estava fazendo visitas protocolares, reuniões necessárias e tomando

medidas de urgência, mas prometeu que iria até Canoas comigo, como seu

convidado, antes do final do ano.

Continuo aguardando o convite.

 

A Pecan fica ao lado de Porto Alegre, 15 minutos do centro da Capital. É

óbvio que concluir o que falta, demanda muito pouco tempo. E muito dinheiro?

Sim, muito dinheiro. Mas o governo terá que encontrá-lo em algum lugar, inclusive junto ao governo federal, que para casos como este certamente

possui soluções de emergência.

 

Aliás, por que não decretar situação de emergência para o sistema gaúcho

da segurança pública, se a própria população já fez isto?

 

Na terça-feira, dia 8 de novembro, a OAB do RS, em boa hora, protocolou

na Assembléia um pedido para que os deputados instalem uma CPI da Segurança

Pública.

 

Ela é necessária.

 

O povo precisa saber o que paralisa de fato a ação do governo estadual,

responsável pela área, como precisa saber, de fato, o que paralisa o governo

estadual, se é de fato apenas falta de dinheiro ou incompetência para

colocar as contas públicas em ordem e liberar recursos do povo em favor dos

serviços pelos quais o povo paga caro.

Posts Relacionados

Leave a Reply

%d blogueiros gostam disto: