DORIVAL: SONHO DE TREINADOR É VER SEU TIME JOGAR COMO O GRÊMIO | Por Carlos Josias

DORIVAL: SONHO DE TREINADOR É VER SEU TIME JOGAR COMO O GRÊMIO | Por Carlos Josias

O Grêmio fez os dois maiores públicos deste Brasileiro.

Mais de 100 mil pessoas em dois jogos, Corinthians na Arena e São Paulo no Morumbi – isto explica muita coisa sobre o futebol mais bonito do país. O que dizem do Grêmio é quase uma repetição por frases que pouco diferem.

Caio, no Jornal Nacional foi enfático: 51 mil pessoas ajudaram o SP a arrancar um empate contra um Grêmio de muita superioridade técnica. Dorival: O sonho de qualquer treinador é ver seu time jogar como o Grêmio. Lance: Quase aliviado! São Paulo arranca empate com Grêmio no Morumbi. ESPN: … Porém, a animação não impediu que os gaúchos fossem dominantes no duelo desta segunda-feira e só não saíram com o triunfo graças a uma atuação inspirada de Renan Ribeiro, que manteve o empate. Petros: Enfrentamos a equipe que joga o melhor futebol do Brasil. UOL: O São Paulo sofreu, mas conseguiu arrancar o empate com o Grêmio por 1 a 1, nesta segunda-feira, no Morumbi. Terra: O Grêmio aplicou um ‘chocolate’ no São Paulo no primeiro tempo. … Mesmo assim, o time do Morumbi foi aplaudido pela torcida após o apito final. É o Grêmio encantando mesmo empatando.

O primeiro tempo foi um baile, li isto em outra análise o que não é diferente de chocolate. Há, sim, uma certa frustração no empate pelo futebol apresentado e pelos gols perdidos. Mas futebol não é matemática, ninguém ganha por decreto. O Grêmio não ganhou mas de novo encheu os olhos não só do seu torcedor mas de todos que gostam de futebol e viram o jogo.

A arrancada de Pedro Rocha foi fulminante, e o gol foi deslumbrante. Uma falta de cobertura na zaga – um defeito a corrigir, contra o Corinthians aconteceu semelhante – foi fatal, ainda que Grohe tivesse defendido uma bola a queima roupa – o que com o Corinthians não aconteceu – mas o rebote pegou o atacante tricolor adversário livre e ali veio o empate assegurado depois por uma exibição luxuosa do goleiro São Paulino, talvez em homenagem a Valdir Peres.

A superioridade técnica sobre o adversário foi flagrante, mas os deuses do futebol estavam decretando que o jogo ficaria no 1 a 1. Ainda que o resultado não diga o que foi o jogo, sai feliz pela partida. O Grêmio aprendeu o caminho das pedras, por ela o time anda sobre as águas, para quem conhece a piada sobre o fato bíblico. Agora é segurar o Furacão. Saudações Tricolores.

banner-820x130-A

Related Posts

Leave a Reply

%d blogueiros gostam disto: