Aeroporto Regional de Santo Ângelo faz ponte aérea com Porto Alegre | Por Dilmar Isidoro

Aeroporto Regional de Santo Ângelo faz ponte aérea com Porto Alegre | Por Dilmar Isidoro

A agilidade de respostas para o mercado global tem gerado reflexos em todas as atividades econômicas. As empresas de transportes se inovam para atenderem as exigências de rapidez, conforto e segurança dos usuários. Competitividade, esta é a palavra de ordem no capitalismo que sempre busca atrativos para seduzir consumidores.

Por conta disso também, é preciso que haja certas descentralizações de serviços públicos, a partir de desvinculações da capital para os polos regionais do Estado. Isto é benéfico para todos, pois reduz os gargalos setoriais da demanda e potencializa negócios e crescimento econômico para outras regiões. Os serviços aeroportuários regionais, portanto, são importantes para atender as alternativas de modais.

Mesmo havendo em pequenas quantidades de voos semanais, o custo de oportunidade (forma de mensurar o lado financeiro, comparando escolhas para ter ganho maior na alocação de recursos logo adiante) pode ser compensador, considerando que as viagens aéreas podem ser complementadas com o modal rodoviário em menor percurso e menos tempo. Sendo sentido, a retomada dos voos regionais é o resultado dos estímulos do Programa de Aviação Regional, promovido pela Secretaria Nacional de Aviação Civil e também pelo mérito das mobilizações regionais para alavancarem melhorias aos pequenos aeroportos.

O Município referido se enquadra neste cenário e têm se empenhado muito para a realização deste planejamento. Santo Ângelo é um importante Município situado no Noroeste do Estado RS – Região das Missões – e está distante cerca de 440 km de Porto Alegre.

Pórtico do Centro Histórico na Praça Pinheiro Machado em Santo Ângelo

Fonte: http://www.portaldasmissoes.com.br

A região tem grande potencial econômico alicerçado na agropecuária, tem ótima diversidade de serviços além de interessante gastronomia e hotelaria. A educação superior é abastecida com quatro instituições de ensino e o hospital da cidade atende a demanda dos Municípios nas cercanias. A cidade é sede da Fenamilho Internacional, uma importante feira que ocorre a cada dois anos no Parque Internacional de Exposições Siegfried Ritter.

Por estas, entre outras razões, se justifica a demanda crescente de usuários – com os mais diferentes ensejos – para a cidade em todas as épocas do ano. O trafego aéreo entre o aeroporto internacional Salgado Filho em Porto Alegre e o aeroporto regional Sepé Tiaraju em Santo Ângelo é feito pela empresa Azul com frequência de 03 vezes por semana. A aeronave que faz o trajeto tem capacidade para 70 passageiros.

No entanto, devido a crescente demanda existem pleitos para o aumento da extensão da pista possibilitando, assim, pousos e decolagens de aeronaves maiores; construção de um novo terminal de passageiros; áreas de manobras; estacionamento para veículos; iluminação adequada para voos noturnos e posto de bombeiros. O transporte aéreo entre a capital e Santo Ângelo é de aproximadamente 60 minutos, ao passo que o transporte rodoviário tem em média 07 horas de duração, isso se não houver problemas nas rodovias. De acordo com informações, o preço da tarifa aérea é em torno de R$120,00. O valor é competitivo, se comparado com o preço da tarifa rodoviária e considerando o menor tempo de viagem, conforto e segurança.

Além do trajeto de Santo Ângelo até Porto Alegre e vice-versa, outros destinos são oferecidos pela empresa aérea Azul no Estado RS o que caracteriza a valorização dos polos regionais, são eles: Caxias do Sul, Pelotas, Santa Maria, Passo Fundo e Uruguaiana. Medidas com esta valorizam as regiões gaúchas, favorecem o desenvolvimento econômico e enaltecem o produto potencial do Estado.

Related Posts

Leave a Reply

%d blogueiros gostam disto: