Vamos para nossa 18ª Libertadores e a Polêmica venda de ingressos | Por Marcos Vargas

Facebook Twitter Google+ LinkedIn WhatsApp

A vitória sobre o time do São Paulo, que vinha em ascensão, nos garante a presença na Libertadores/18. Somos, juntos com São Paulo, os times brasileiros com maior número de participações no torneio mais importante das Américas: Será nossa 18ª participação. Aliás, desde a inauguração da Arena jogaremos 5 Libertadores em 6 anos – 2013, 14, 16, 17 e agora 2018. Baita desempenho.

Foi um bom teste. No primeiro tempo dominamos as ações e praticamente jogamos no campo do São Paulo. Voltamos a mostrar toque de bola e atitude no último jogo dos titulares antes da final contra o Lanus. Precisamos melhorar nossa efetividade. O gol veio após um escanteio rebatido que Geromel centra da direita como um lateral, Arboleda tenta tirar e a bola acaba batendo no Kannemann e entrando: Um zagueiro cruza e o outro marca o Gol. Que zaga!!! No segundo tempo o São Paulo equilibrou as ações e ameaçou nossa meta. Novamente apareceu a discrição segura do Grohe em intervenções que garantiram a vitória. Gostei da entrada do Everton que emprestou mais agudez e vitória pessoal no ataque. Esta vitória nos deixa com moral e confiança para encarar o Lanus, que é um time difícil de ser batido.

Para a final os ingressos colocados a venda esgotaram em menos de 5 horas e gerou reclamações. Em números gerais e arredondados temos 30 mil sócios locatários (que não precisam ingressos) e cerca de 25,6 mil lugares restantes. Serão cedidos 4 mil para a torcida visitante restando um saldo de cerca de 21 mil lugares (incluído aí os camarotes, em torno de 2,7 mil lugares). A grosso modo 18 mil lugares para um universo de +62 mil sócios torcedores. É muita gente para pouco lugar e natural gerar insatisfação. É frustrante para quem fica de fora. Lembro da final da CB em 94 quando fiquei 5 horas numa fila no Olimpico para conseguir 2 ingressos. Vi muita gente não conseguir e ainda tinha os fura-filas, isto tudo sob sol ou chuva. Hoje temos uma realidade diferente, com filas na internet, recorde de sócios e atingiremos em breve o dobro da capacidade do nosso estádio. Precisamos pensar em soluções que permitam seguir evoluindo e tente contemplar de forma justa o acesso e concorrência de todos sócios-torcedores a lugares na Arena. Me solidarizo com quem não conseguiu ingresso. Estar na Arena não torna ninguém mais gremista e a energia da torcida, mesmo de quem não for será importante nesta batalha. Quem for, que faça jus ao privilégio de estar lá e incentive o time o tempo todo. Ah, o cambismo me irrita profundamente.

Agora é tudo Libertadores.

Queremos a Copa!!!

Saudações Tricolores

Leave a Reply

%d blogueiros gostam disto: