TUDO EM CASA AGORA | Por Marcos Vargas

TUDO EM CASA AGORA | Por Marcos Vargas

Facebook Twitter Google+ LinkedIn WhatsApp

Resultado bom, empate fora contra um time copero. Aliás, segunda final em Buenos Aires e que o Grêmio sai invicto. É para poucos. E não era qualquer time, era o Independiente, uma das forças tradicionais do continente, um encontro entre REIS DE COPAS.

Este é o tipo de jogo que mexe com o brio dos argentinos: final, decisivo, “a murir”, com pressão da torcida. E vivi para ver os argentinos reclamando da catimba Gremista. Grêmio foi cascudo, jogou contra um time copero, lá na Argentina, com eles querendo títulos pois vem de uma seca e de beijar a lona “en la B”, tentando recuperar o que já foram. E o Grêmio soube sofrer, mesmo com o time desencaixado e ainda com a parte física e mecânica de jogo bastante comprometida pelo início de temporada. O time não sente o ambiente e isto é importantíssimo, demonstra maturidade. Outra coisa que me chama atenção: O cerco a arbitragem, eram sempre 4 ou 5 jogadores nossos pressionando em volta do juiz, futebol também se ganha pela imposição. O time deve evoluir muito com mais jogos. A amostragem foi satisfatória dada a circunstância. Ah mas estava com 1 a mais. Mas era contra o Independiente e lá. Podemos dividir o jogo entre o primeiro e segundo tempo. Nos pressionaram com um a menos com uma marcação bem alta e depois cansaram. Entramos com uma escalação bastante alterada para o que vimos até aqui e desencaixados em campo. Talvez com mais tempo e treinamento possa funcionar, mas a hora agora é de tentar o mais simples e seguro. Renato se deu conta. No segundo tempo, com as peças de volta a seu melhor posicionamento, colocamos o jogo debaixo do braço e não ganhamos porque ainda ressentimos a falta de ritmo de início de temporada. E novamente Luan fez gol numa final. Kannemann e Luan foram meus destaques, nesta ordem.

Ainda não estamos com mecânica de jogo e preparo físico ideal. Não é o momento para julgamento definitivos. Fomos bem dentro do possível, considerando que era o 3º jogo do time na temporada. Vamos evoluir conforme peguemos ritmo de jogo. Erros de passe, infiltrações, lançamentos e mecânica de jogo virão. O ano promete e temos opções no grupo, no mínimo interessantes. Temos como levantar a taça quarta que vem, mas teremos que jogar como no segundo tempo de ontem. Todos na Arena incentivando.

QUEREMOS A RECOPA!!!

Saudações Tricolores

Posts Relacionados

Leave a Reply

%d blogueiros gostam disto: