JOGÃO DE BOLA | Por Marcos Vargas

JOGÃO DE BOLA | Por Marcos Vargas

Facebook Twitter Google+ LinkedIn WhatsApp

O CAP precisa evoluir bastante para alcançar o patamar do Grêmio! E os demais times precisam melhorar muito para se equiparar ao CAP.

Foi um jogaço, muito superior aos que assisti no Brasileirão até aqui. Grêmio e CAP trocaram mais de 1.200 passes certos. Foi um zero a zero melhor que muita goleada para se assistir. Duas equipes que procuram tocar a bola e jogar bom futebol. Fernando Diniz tem méritos de em pouco tempo ter conseguido implementar um sistema de jogo. Ainda precisa evoluir, mas certamente é um técnico a ser observado. Olho nele.

O Grêmio jogou um bolão, mas pecou na efetividade, no penúltimo passe (por preciosismo as vezes) e nas conclusões. Logo no início, com a marcação alta, Everton roubou a bola e passou para o Luan que acertou a trave. Em seguida tivemos conclusão do Ramiro, por cima do gol. E um pênalti no André. Vem cá, existe alguma regra mundial que impeça de se marcar pênalti pro Grêmio? Contra Real, Cerro e CAP, os pênaltis sofridos são faltas marcadas em outros jogos, então por que não as assinalam em favor do Grêmio? Faltou marcar e tivemos pelo menos 5 chances claras de gol. Deixamos de matar o jogo quando tivemos oportunidade e isto pode ser fatal. Principalmente nas Copas.

Novamente outro time termina o jogo com um jogador a menos, consequência do futebol do Grêmio, de toques, o adversário não chega nunca na bola e isto vai enervando. Abrem a caixa de ferramentas e vem o 1º amarelo e na sequência o 2º. Inadmissível é a complacência de juízes com faltas duras e desleais, principalmente nos tornozelos de Arthur (que tem sido caçado em campo), Luan e Everton. Aplicasse-se a regra como se deve e o CAP já teria tido jogador expulso antes no jogo. A arbitragem precisa ser mais criteriosa, seguiremos jogando o mesmo jogo. O resultado não contempla o que foi a partida, ainda que por incapacidade nossa de converter em gols as oportunidades, seguimos no páreo no Brasileirão. Enfrentamos duas pedreiras até aqui, dois times que estarão na ponta de cima da tabela. Nossa consistência defensiva fará diferença ao longo do campeonato (não tomamos gol de bola rolando há 5 meses). Quatro pontos em dois jogos é média de campeão, precisamos manter esta performance.

O futebol que o time está jogando é de encher os olhos, merece ser prestigiado pela torcida. Eu não me canso de assistir este time, dá gosto de ver o Grêmio jogar.

Saudações tricolores

Posts Relacionados

Leave a Reply

%d blogueiros gostam disto: