Caminhoneiro: um profissional brasileiro | Por Daniela Simões

Caminhoneiro: um profissional brasileiro | Por Daniela Simões

Facebook Twitter Google+ LinkedIn WhatsApp

Caminhoneiro : Notamos sua presença e valor somente agora? O profissional que transporta o produto existe há muito tempo no Brasil. Mas, neste momento ele percebe a necessidade de lutar pelos seus direitos: esses que poderão trazer benefícios para a categoria e para os brasileiros .

A profissão é bem antiga no país se levarmos em conta  os velhos “carreteiros”, que transportavam carga em carroças e carruagens desde a época  do Brasil Colonial. No século XX sua “carreta” se transformou em “caminhão” graças ao desenvolvimento  tecnológico. A questão é que a distância entre regiões, a necessidade de exportar produtos agrícolas, matéria-prima, e produtos industriais, a falta de grandes investimentos, continuaram a impedir o fluxo da economia. A solução encontrada foi a construção de estradas e a grande utilização da mão-de-obra caminhoneira para escoar a produção. Isso aconteceu pois nem todas as embarcações chegavam ao interior, e as ferrovias apresentavam problemas de manutenção.

Atualmente, as estradas também sucatearam. O combustível diesel encareceu. As leis trabalhistas não amparam o trabalhador, nem mesmo aquele que se submete a longas viagens, com sua rotina no mínimo “diferenciada”. Para conter o aumento da gasolina estabelecido pelo governo, veio a greve dos caminhoneiros! A parada do setor paralisou o Brasil.

Alguns contestam a greve porque ela é ligada aos grandes empresários do setor de transportes. Sim, quando os patrões são prejudicados pelo governo, eles acompanham o povo e lutam. Lembram da Revolução Farroupilha? Grandes estancieiros indignados com o alto preço do charque se uniram a população e deram origem  ao “povo gaúcho”. Só por favor patrões, quando a poeira  voltar a levantar com o funcionamento dos caminhões, não esqueçam dos trabalhadores.

1 Comment

  1. Karin
    18 de julho de 2018 at 17:54 Reply

    Muito Bom!!!

Leave a Reply

%d blogueiros gostam disto: