Obrigação de Casa

As seis primeiras rodadas do Brasileiro, disputadas até domingo ( 5 de junho) ainda não mostraram um time que seja, sem qualquer dúvida , candidato ao titulo de campeão. A disputa na parte de cima da tabela é tão renhida, que Corinthians, Grêmio e Internacional conquistaram 13 pontos em seis jogos. Os responsáveis pelos números da tabela tiveram dificuldade para esclarecer, sem hesitação, após a rodada, quem era no momento o líder do Brasileiro. O Corinthians só está na frente do Grêmio, na liderança, porque teve menos cartões vermelhos, o quinto critério de desempate. Em relação a todos os outros números ficaram exatamente iguais após a disputa da sexta partida do campeonato. O Internacional, também com 13 pontos, ficou um pouco atrás por ter perdido o jogo para o Vitória, em Salvador, por 1 a 0, e ter menos gols a favor e mais contra na comparação com o Corinthians e o Grêmio. De qualquer modo, a semelhança dos números dos três primeiros colocados do Brasileiro impressiona. Não lembro de um Brasileiro em anos recentes que tenha mostrado algo parecido. Claro que a disputa acirrada pelo primeiro lugar não ficará assim nos próximos dias. Provavelmente um dos três clubes ou outra surpresa vai disparar na liderança do campeonato. Desejo que seja o Inter, mas o desempenho do time na partida contra o Vitória, ficou muito aquém da minha expectativa. A rigor, nenhum jogador colorado mereceu nota superior a sete. E o Inter sofreu, além da derrota, prejuízo com cartões amarelos mostrados para três dos seus jogadores- Paulão, Anselmo e Sasha – que desfalcam o time na partida contra o América Mineiro, no Beira-Rio. O técnico Argel Fuchs precisa recompor o time, vencer e secar  Corinthians e Grêmio para que não derrotem seus adversários. A derrota do Internacional em Salvador frustrou os colorados, que gostariam de ver o time isolado na liderança do Brasileiro.Mas, em parte, resultou de falha incomum do zagueiro Ernando, recuando mal a bola para o goleiro Danilo Fernandes. Marinho, o melhor jogador do Vitória, aproveitou o vacilo do Ernando e marcou o único gol da partida, chutando de pé esquerdo. No Beira-Rio, provavelmente o Inter será superior ao América que, após seis rodadas do Brasileiro, já frequenta a zona do rebaixamento. Mas sempre é bom lembrar que não existe no Brasileiro um time incapaz de surpreender em matéria de desempenho, ao menos de vez em quando. Vencer em casa é obrigação do Internacional.

Related Posts

Leave a Reply

%d blogueiros gostam disto: