A defesa é o melhor ataque. Alcindo, Pelé e ontem

Facebook Twitter Google+ LinkedIn WhatsApp

Com frequência me deparo com um ou outro que relembra que o Santos da década de de 60 levava 5 e fazia 7.Verdade, era meu time de botão, um dos dois, o outro era, claro, o Grêmio. Dorval, Mengálvio, Coutinho, Pelé e Pepe, João Severiano, Babá, Alcindo e Volmir.

Muito se enfrentaram e em confrontos antológicos. O Santos era quase imbatível, mas o superamos algumas vezes.O Grêmio era o único representante do RS na 1a Divisão do Campeonato Brasileiro. Por sinal no site da CBF é o clube que mais disputou a 1a, tem 57 participações, 1 a mais que o segundo, o Cruzeiro, e 6 a mais que o rival, que tem 51 – quem não está na 1a onde poderia estar ?

Pelé chegou a jogar de Goleiro contra nós numa decisão que virou história no futebol mundial:

Confira em http://www.voagoleiro.com.br/Diversos/pele-o-goleiro-invicto/

“O jogo mais representativo para a carreira de goleiro de Pelé aconteceu em 19 de janeiro de 64, no Estádio do Pacaembu, o Santos jogava contra o Grêmio a partida que garantiria uma vaga para a final da Taça Brasil. No primeiro jogo, em Porto Alegre, o Santos ganhou de 3 a 1, e na volta, quando o Peixe ganhava de 1 a 0, o Grêmio virou para 1 a 3. Mais uma vez o Gênio da Vila fez a diferença e marcou três gols, mas aos 41 do segundo tempo, o juiz marcou um pênalti contra o Santos, irritando o goleiro Gilmar, que acabou expulso. Pelé foi para o gol e não só defendeu o pênalti, como também outros dois chutes.” 

Pelé também foi expulso num jogo entre os dois, que em determinado momento foram considerados os maiores clubes do Brasil. E eram, ainda que seja forçoso reconhecer a superioridade Santista, Bi Campeão da América, primeiro a chegar lá, e Bi Campeão do Mundo, idem.Conta a história que a não convocação de Airton, o Pavilhão, para a Seleção da época passa pela ousadia de ter dado um balãozinho no Rei. O Balãozinho existiu, se foi ou não motivo para não ser convocado não sei, mas não ter sido passa pelo Sobrenatural de Almeida. 

Bem, Alcindo foi jogar com Pelé. Um daquele nosso ataque, ao menos, acabaria jogando com o Rei – pena que foi no Santos e não aqui. Privilégio de poucos. Ambos foram convocados para a Seleção de 1966, pena que Pelé, caçado  em campo, lesionado, deixou a copa no alvorecer.  Pois quando me falam de que não importa levar 3, desde que se faça 4, 5 ou 6, me lembro daqueles tempos. Aqueles tempos, contudo, não voltam mais. O futebol mudou – para pior, sim, para muito pior, mas não adianta lamentar é de ser encarado como é.

Atualmente primeiro se arma a defesa, depois o resto. O melhor ataque nos tempos modernos é a boa defesa. Estamos provando isto, de que adiantou meter 3 no Palmeiras se levamos 4? Ademais se serve para nós este brocardo, ele ficou melhor no Verdão que fez um a mais.E ontem quase se repete.

Então, não adianta ficar relembrando o passado, nossa defesa precisa estar pronta para parar de tomar gols, em especial na bola aérea, elementar.Hoje, se sabe, há que se jogar com o regulamento. Uma vitória vale mais do que dois empates. Pior, deixamos de escapar duas.Mas estamos por ali.

Saudações Tricolores

 

Posts Relacionados

Leave a Reply

%d blogueiros gostam disto: