28 jogos, 8 Gols, 741 Passes certos, 30 Assistências e a Taça do Penta | Por Carlos Josias

Facebook Twitter Google+ LinkedIn WhatsApp

Campeão da Sul-Americana – primeira disputa desta taça – (08/09), Bi da Recopa (08/09 – 09/10), 4 vezes campeão do Equador (2010, 13, 14 e 15), Goleador do Emelec 14/15, 2 vezes goleador da SA, 13-14/14-15, foi contratado pelo Grêmio em 07/02/2016, há portanto, dias a mais de um ano. Em março de 2016, dois meses depois, Bolanos sofre fratura da mandíbula no Grenal 409 após sofrer violenta cotovelada.

Mesmo com a fratura volta a campo tenta jogar mas foi vencido pela dor, sai no intervalo direto para o hospital.

Passa longo tempo hospitalizado, após cirurgia, sequer tendo tempo de se adaptar a um país diferente do seu, com língua diferente da sua, e longe dos seus. Na ocasião da lesão recebeu insinuações de que teria simulado o ferimento, pelo Presidente de um clube o qual levou para segunda divisão por sua arrogância, prepotência e incompetência, e como se não bastasse sob o vociferar de um analista que, na pele de médico, levantou suspeitas sobre uma suposta fragilidade óssea – coisa de seriado dos anos sessenta como o “Além da Imaginação”.

Retornou titubeante, como não poderia ser diferente. Não se abateu.

Foi convocado pela seleção de seu país, marcou gols pela camisa de sua pátria – enfiou um frango no goleiro da Canarinho, que só o árbitro e o auxiliar não viram que a bola entrou totalmente – e começou a marcar gols pelo Grêmio até que matou o Galo na Arena no gol que levou para seu curriculum o Penta Campeonato da Copa do Brasil do Tricolor. E continua fazendo o dever de enfiar a bola nas redes adversárias ainda que sua função não seja exatamente a de centroavante e matador.

Miller, é como gosta de ser chamado.

Se os números divulgados não mentem, e parecem que não, Bolanos teria:

Jogado 28 partidas – nem todas completas; Marcado 8 gols; Concedido 741 passes certos; Desarmou 7 vezes – não é sua função, Praticado 30 assistências e Feito 9 lançamentos. Mas mesmo tendo custado a metade do que custou Nico, que talvez até seja um bom jogador mas ainda não disse o que veio, está sendo sempre lembrado como um jogador que custou muito caro e não correspondeu. Para o bonde que eu quero descer.

Mais respeito, mais critério, e mais honestidade. Por favor.

 

Saudações Tricolores!

Posts Relacionados

Leave a Reply

%d blogueiros gostam disto: