UM TIME QUE JOGA POR RIMA E O IMPÉRIO DE CORTEZ | Por Carlos Josias

UM TIME QUE JOGA POR RIMA E O IMPÉRIO DE CORTEZ | Por Carlos Josias

Facebook Twitter Google+ LinkedIn WhatsApp

O Grêmio tem jogado muito bem e vencido muito bem. Tem jogado bem e tem ganho bem. Tem jogado mal e ganho igual.

Sai Bolanos Pedro Rocha acerta. Geromel não pode, Rafael Thyere dá um jeito. Entra Gata e dá de calcanhar, sai Barrios e a bola não deixa de entrar. Se for para dividir o jogo por ´set` sai um 6 x 3 rapidinho, se for para minguar mete 1 x 0 para variar. Muda a escalação, muda o jeito de jogar e a bola de pé em pé não para de rodar.

O Grêmio vem jogando por rima. Renato que não é treinador deve ser um Poeta, ou um Trovador – isto tá deixando muita gente dodói. A direção montou um grupo, o que parecia nunca mais teríamos. Hoje temos um banco que se não é de luxo, como em alguns SuperStars, recebe no trato de Renato a roupagem necessária para ganhar.

Depois de amassar a sempre perigosa Chape – que já andou metendo 5 por ai – ontem, quando tudo parecia se encaminhar para o desfecho do oxo, num magro empate em casa – e as cornetas já abertas correndo soltas nas redes – apareceu Cortez. E não foi nada cortês. Afinal, tem um império para cuidar. Se seremos campeões desta ou daquela disputa não sei, o que sei é que estamos no páreo em todas.

Passei anos dizendo que o que quero é um time que seja respeitado e que ingresse em todo campeonato como candidato a disputar o cetro. Isto já temos. A grandeza de um clube está nisto. E estamos assim.

Saudações Tricolores!

banner-820x130-A UM TIME QUE JOGA POR RIMA E O IMPÉRIO DE CORTEZ | Por Carlos Josias

Posts Relacionados

Leave a Reply

%d blogueiros gostam disto: