RIO COPADO | Por Carlos Josias

Facebook Twitter Google+ LinkedIn WhatsApp

Tanto se discute a aquisição da Gestão da ARENA quando cai de maduro a compra da gestão do Maracanã. O maior templo do futebol mundial tem sido palco de vitórias inesquecíveis do Grêmio.

Ano passado Mineirão e Independência entraram neste rodizio. Pois ontem baixou o espírito vivo de Zico em Luan e meteu uma bucha ao estilo do Galinho de Quintino. Dá para se dizer o mesmo de Roberto Carlos para Edilson. Exageros à parte, claro, me refiro às sucessivas vitórias nos gramados citados e aos lances, pontualmente, aos gols de ontem.

Volto a dizer, não sei se o Grêmio vencerá algum campeonato dos três em disputa – não conto a 1ª Liga – mas que joga um futebol de encher as medidas, ah sim, inegável. Está dando gosto de ver o time jogar. Tem tido toque de bola quase exaustivo, sai jogando em roda de ´bobinho`, ante marcação apertada, e está sendo luzente. Futebol bonito, prático e eficiente.

Abel virou freguês, mas não tem sido ele a única vítima deste tipo nojento com a bola e atento sem ela. E olha que as lesões não tem faltado, dificilmente repetimos a escalação, quase todos já saíram e já entraram, ficaram de molho e voltaram, e continua o baile.

O motivador/gestor sem pulso continua dando as ordens no terreiro. Alô Alô Rio de Janeiro, aquele abraço.

Saudações Tricolores!

banner-820x130-A

Posts Relacionados

Leave a Reply

%d blogueiros gostam disto: