Pra relaxar e gozar | Por Ricardo Soletti

Facebook Twitter Google+ LinkedIn WhatsApp

Eu podia estar falando do Danilo Silva. Eu podia estar falando do Alemão. Eu podia estar falando da demora do Guto em ler o jogo.

Mas hoje, decidi não ser tão cri-cri com o nosso Colorado e só falar das coisas boas.

Que grandes 30 minutos tivemos no primeiro tempo! Foi o momento em que tudo funcionou: sistema defensivo, meio campo e ataque.

Para desespero de boa parte da crônica isenta tupiniquim gaudéria, D‘Alessandro continua sobrando. E sobrando muito. Que jogador! Que armador! Que líder! Nossos dois primeiros gols tiveram sua participação direta. E ainda teve escanteio cobrado no poste e chute quase fatal pro goleiro fazer uma grande defesa.

Concordo com todos aquele que acham que o Inter não deve renovar por mais dois anos com o gringo: tem que renovar por mais 10, 20, 30 anos. “Ai, mas ele é caro”. Queridão, caro é o Anderson, o Paulão, o Alemão…

Lá na frente, Leandro Damião: o maior acerto da direção em 2017. O cara responsável pela marcação já na saída de bola, que dá carrinho em goleiro – ontem deu um aos 90 minutos, que incomoda a zaga, que faz gol, que dá assistência e o exemplo pra todos os demais. Damião encarnou a segundona, comprou a briga e é um dos principais nomes dessa arrancada.

Sasha – sorry, Guerrinha, marcando, atacando, dando intensidade e equilibrando time colorado. Hoje, neste time, é titular absoluto.

Camilo, mais uma vez, aproveitou sua chance e deu um passe de D‘Alessandro para o gol tranquilo e de puro oportunismo do Carlos.

Muito melhor que tudo isso, só o torcedor colorado, que lotou o seu espaço e fez do Heriberto Hulse a casa do Inter. Não merecíamos passar por isso. Mas se tivemos que passar, estamos fazendo com grande dignidade e amor à nossa camisa. Que torcida foda o Inter tem!

Enfim, abrimos 10 pontos do quinto colocado, 5 pontos do vice-líder e a primeirona está mais perto do que nunca.

É hora de curtir nossos últimos momentos na segundona e seguir mostrando nosso amor ao Colorado. Porque este, grande e verdadeiro amor, nunca terá divisão. Apenas paixão.

 

Na boa e na ruim, Colorado até o fim!

1 Comment

  1. Ayrton Luiz Balsemão
    22 de outubro de 2017 at 19:20 Reply

    Muito bom, Ricardo Soletti. Já estou relaxando e quase gozando. Estou gostando muito desta Rede de Opinião. Continuem assim.

Leave a Reply

%d blogueiros gostam disto: