Se acalmem | Por Ricardo Soletti

Facebook Twitter Google+ LinkedIn WhatsApp

E aí, foi só perder uma partida pra que a desconfiança no trabalho do Odair voltasse e já começasse a polêmica sobre o Nico López titular ou não. Aquele papinho pra fazer o tempo render nas rádios de baixa audiência mas que contamina o torcedor menos avisado.

Pois vamos aos fatos positivos:

1) O Inter jogou melhor do que o Caxias e teve controle da partida durante os 90 minutos.

2) O time parou com aquela prática irritante de ficar dando balão e fazendo ligação direta pro ataque. Jogamos com a bola no chão, temos jogadas ensaiadas e uma boa transição entre o meio campo e o ataque.

3) Pottker tem sido o principal acerto de Odair Hellmann na temporada. Não joga mais de auxiliar de lateral, flutua no ataque, é o Pottker da Ponte Preta e tem sido o principal jogador do time neste começo de temporada.

4) Mesmo tendo entrado pela lesão do Uendel, Iago vai se mostrando um lateral esquerdo com mais energia, mais rapidez e melhor do que o titular da posição.

5) Mesmo não tendo tido atuação destacada ontem, Gabriel Dias, Patrick e Roger forma boas contratações e estão se ajustando, sendo boas opções para o técnico.

6) Desde contra o Vila Nova que o time não sofria gols. Isso é pouco? Olha, pra quem vem sofrendo com a zaga há uns dois anos, isso é um belo avanço.

Agora vamos aos fatos não tão positivos:

1) Nossa defesa continua falhando muito na bola aérea. Mesmo com toda a estatura de Klaus e Victor Cuesta, não conseguimos ganhar uma bola no cabeceio. Ontem, variamos os erros e tomamos um gol por cima e outro por baixo. Das duas uma: ou o Odair acerta este posicionamento ou teremos que sair no mercado a procura de um zagueiro mais satisfatório. E só pra não deixar passar: Paulão não perde em absolutamente nada pra nenhum dos dois titulares. Por que não experimentar o cara?

2) Sim, Dudu está machucado. Mas já vimos desde o ano passado que o Winck não tem condições de ser titular. É um apoiador mais ou menos mas muito sofrível na marcação. Se atrapalha demais e isso atrapalha o time.

3) Talvez ontem, a melhor substituição para a entrada do Nico fosse a saída do D‘Alessandro e não do Pottker. Acho que faltou um pouco de ousadia do Odair.

Resumindo: estamos com apenas duas partidas na temporada com o time titular. O time está ainda soltando a musculatura, os reforços estão se adaptando e Odair ainda está vendo qual é a melhor formação. Nada de pânico ou interativas bisonhas. Deixem o tempo fazer sua parte. Deixem tudo entrar nos eixos. E, mais do que isso, deixem o Odair trabalhar. Este ano temos time. E mais do que isso: temos um time que joga como um time. Vai dar tudo certo.

O resto é papo de rádio que não tem programação.

Na boa e na ruim, Colorado até o fim.

Leave a Reply

%d blogueiros gostam disto: