Estudo mostra o que mudou para influenciadores gaúchos durante a pandemia

Estudo mostra o que mudou para influenciadores gaúchos durante a pandemia

Facebook Twitter Google+ LinkedIn WhatsApp

Mais tempo conectados e produtivos, estão criando novos projetos e aumentando sua audiência e engajamento

Pesquisa inédita realizada pela agência RSbloggers concluiu que durante a quarentena os influenciadores gaúchos se mantiveram mais conectados e produtivos, criando projetos novos e registrando aumento na audiência e engajamento. Ainda assim, a maioria deles percebeu uma redução no número de patrocinadores.

O estudo quantitativo entrevistou 105 influenciadores do Estado entre 27 de maio e 21 de junho de 2020. O objetivo foi compreender como foram impactados os criadores de conteúdo online gaúchos durante a pandemia de COVID-19, quais foram as eventuais transformações em sua produção, seu relacionamento com marcas e o tempo que passam conectados.

Os dados mostram que 52,3% daqueles que monetizam seu canal, viram o número de patrocínios ser reduzido como consequência da pandemia. Outros 47,7% tiveram aumento de parcerias comerciais. Se sobressai o fato de que daqueles que aumentaram seu número de campanhas pagas, 73,3% criaram novos projetos. Além disso, 68,3% deles também observou busca maior das empresas por ações de relacionamento via mídia espontânea. Ou seja, marcas que contataram para envio de “mimo”, sugestão de pauta ou outro tipo de divulgação não remunerada.

Outra consideração interessante é a de que a maioria daqueles influenciadores que criaram projetos novos durante a pandemia também consumiu mais conteúdo digital: 72,9%. Contra os 18,6% que mantiveram sua rotina de consumo de conteúdo e os 8,5% que reduziram seu tempo consumindo online.

Se analisadas as respostas somente daqueles que permaneceram mais tempo conectados e produtivos, estes influenciadores viram seu número de seguidores e interações aumentar de maneira geral. Com relação à audiência, nenhum deles registrou diminuição de seguidores. Alguns (16%) perceberam menor ritmo de crescimento e outros (também 16%) notaram crescimento igual ao que já tinham antes da quarentena. Porém, uma boa parcela, 68%, viu seu ritmo de crescimento aumentar.

Já com relação ao engajamento, 72% destes influenciadores observou aumento nas interações da audiência. Enquanto 8% deles viram sua performance diminuir, apesar de todo o esforço em permanecerem mais conectados e produtivos. Outros 20% não repararam diferença nas interações que já costumavam ter.

Mais um dado relevante constatado pelo estudo da RSbloggers é o de que a maioria dos entrevistados estão atentos às responsabilidades, atitudes e posicionamentos de marcas e empresários. Uma parcela já estava atenta à esta questão mesmo antes da pandemia (52,2%). Outra parte passou a prestar mais atenção no tema (42,9%). E somente 1,9% dos pesquisados não está atento a isto.

Ao final da pesquisa os influenciadores ainda foram convidados a dar seu depoimento, anonimamente, sobre sua percepção quanto às dificuldades deste mercado. As principais declarações estão no material de apresentação, com todos os números da pesquisa e disponível no link bit.ly/estudocovidrs. No IGTV da agência, no Instagram @rsbloggers, a Empresária e Jornalista Andressa Griffante também apresenta detalhes do estudo e todos estes dados comentados: https://www.instagram.com/tv/CCLxIvLAdx4/.

Posts Relacionados

Leave a Reply

%d blogueiros gostam disto: