Grupo ensina turistas a ‘caçar’ cogumelos selvagens no interior do RS

Grupo ensina turistas a ‘caçar’ cogumelos selvagens no interior do RS

Facebook Twitter Google+ LinkedIn WhatsApp

Porcini é considerada uma iguaria na gastronomia internacional pelo seu sabor único

Alegria e a disponibilidade para compartilhar conhecimentos sobre cultura e gastronomia. Esta é a principal premissa da afinada equipe que chegou determinada a fazer a diferença no quesito experiências gastronômicas. O Brasil Food Safaris vem realizando viagens para lugares exclusivos e o foco são destinos de relevância cultural, unindo a isso, ingredientes e fornecedores locais como atrativo principal. Os roteiros no Brasil e no exterior vem sendo organizados por Paulo Machado, fundador do Instituto de Pesquisas em Alimentação em Campo Grande (MS) e Pollianna Thomé, sócia operadora da Bravo Brazil Expeditions.

Nos dias 18, 19 e 20 de maio de 2019, a equipe e parceiros do Brasil Food Safaris produziu um evento junto com o Parador Hampel, em São Francisco de Paula (RS). Atividade tinha como premissa ‘caçar’ cogumelos selvagens, buscando localizar o famoso porcini, iguaria internacionalmente reconhecida pelo seu sabor único.

A aventura aconteceu no domingo, (19/05) e começou pontualmente às 8h30min, com um bate-papo no pátio do Parador Hampel. Ação reuniu também muitos visitantes oriundos de São Paulo que vieram ao Rio Grande do Sul buscando viver a experiência da caça aos cogumelos selvagens.

No comando da ‘caçada’ estava Marcelo Sulzbacher. Biólogo e pesquisador do Centro de Ciências Rurais da Universidade de Santa Maria (RS). Profissional com currículo brilhante, Sulzbacher desenvolve projeto de inventário do potencial de trufas (cogumelos silvestres) para uso alimentar.

Avisados sobre a possibilidade de que o terreno onde iríamos fazer a coleta poderia estar úmido, fomos munidos de botas, tênis, repelente de insetos, protetor solar e chapéu.

Atividade aconteceu dentro de uma propriedade de agricultura familiar no interior de São Francisco de Paula. E os caçadores, munidos de suas cestinhas e canivetes, começaram a circundar as árvores e observando o solo para achar porcinis. O momento rendeu um generoso espetáculo entre o meio-ambiente e a gastronomia. Aprendemos muito sobre os cogumelos, que podem ser tóxicos, alucinógenos ou simplesmente espetaculares, como caso do porcini. O resultado da caçada não poderia ter sido melhor.

Na volta do passeio para o almoço, entregamos os porcinis do grupo para serem assados na brasa. Enquanto estavam sendo preparados, fomos saber um pouco mais sobre o Parador Hampel, parceiro nesta edição do projeto Brasil Food Safaris. A propriedade foi construída no final do século XIX e oferece hospedagem. Ao longo de sua história, o local passou por algumas reformas. Recentemente, recebeu um prédio novo para poder acomodar mais pessoas, mas o ambiente intimista em meio a natureza permanecem intactos. O proprietário é o chef Marcos Livi. Gaúcho, que vive em São Paulo onde tem alguns empreendimentos gastronômicos, mas participa ativamente das atividades do hotel e se faz presente em inúmeras datas do ano. Aos domingos promovem um almoço especial e recebem clientes de toda a região.

Depois de saber um pouco mais sobre o projeto do Parador, degustamos finalmente os nossos cogumelos. De fato o porcini faz jus a fama. O sabor é incrível! Junto, provamos as delícias em churrasco assinados pelo Luxo do Gaúcho e do projeto A Ferro e Fogo.

O ingresso à família de “foodsafarianos” é uma forma de fazer turismo como ferramenta de transformação. Pois as atividades propostas, não só ajudam a impulsionar os negócios locais, mas também o potencializam o desenvolvimento sustentável, enriquecendo a experiência de visitantes e moradores.

O Brasil Food Safaris vai realizar outras expedições em 2019. Informações completas em www.brasilfoodsafaris.com. Ou contato@brasilfoodsafaris.com e Whatsapp 55 67 99982 2708

*A jornalista Edith Auler viajou a convite do Brasil Food Safaris para ir viver a experiência na caçada aos cogumelos dia 19 de maio. Foto crédito de Luciano Garcia.

Posts Relacionados

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: