Oficial de Justiça não consegue encontrar o deputado Edegar Pretto

Facebook Twitter Google+ LinkedIn WhatsApp

O advogado gaúcho Pedro Lagomarcino,  disse ao colunista  que não compreende o que acontece com os oficiais de justiça que procuram o deputado Edegar Pretto, PT, porque ninguém consegue encontrá-lo dentro e fora do seu endereço ou da Assembléia.

Os oficiais de justiça querem citar o deputado no âmbito da ação movida pelo advogado, inconformado com sua decisão de conceder a Medalha do Mérito Farroupilha ao tiranete boliviano Evo Morales. A medalha é a maior honraria concedida pela Assembléia do RS.

O advogado Pedro Lagomarcino decidiu agir depois que o colunista passou a informação de que o deputado do PT pediu a entrega da honraria a Morales, tudo com base em justificativas inaceitáveis, já que a Medalha do Mérito Farroupilha só pode ser concedida a personalidades que tenham oferecido algum tipo de benefício ao Rio Grande do Sul, o que não é o caso, porque o presidente da Bolívia sequer conhece o Estado.

A partir de agora, Edegar Pretto será citado por edital. O advogado Pedro Lagomarcino quer que Pretto volte atrás ou que a Mesa da Assembléia tome a iniciativa de revogar a honraria, já que Evo Morales não tem nada a ver com os interesses do RS, objetivo número 1 da homenagem.

A distribuição de medalhas é uma atribuição normal a qualquer deputado. Marisa explica que cada parlamentar pode distribuir uma distinção do Mérito Farroupilha, que é a comenda máxima da Assembleia. A medalha é destinada a pessoas que contribuem ou contribuíram para o desenvolvimento econômico, cultural ou social do Rio Grande do Sul. Além disso, cada parlamentar pode agraciar 48 pessoas com a medalha da Legislatura à qual pertence.

A Assembléia já voltou atrás em homenagens anteriores, também num caso de deputado do PT, que resolveu indicar boa parte da família para receber medalhas. Foi o caso da deputada Marisa Formolo, que entregou 32 honrarias, sendo 20 para familiares. Foi tudo revogado mais tarde, o que aconteceu pela primeira vez na história.
A menos de 15 dias do fim do mandato, a deputada petista Marisa Formolo distribuiu a parentes uma medalha do Mérito Farroupilha e 20 medalhas da 53ª Legislatura da Assembleia Legislativa.

Leave a Reply

%d blogueiros gostam disto: