Saiba porque acho que um impeachment derrubará Donald Trump | Por Polibio Braga

Facebook Twitter Google+ LinkedIn WhatsApp

Vocês devem ter acompanhado, como eu acompanhei, os eventos relacionados com a posse do novo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. Eu apoei Trump, da mesma forma como a RBS e a ex-deputada Luciana Genro opuseram-se a Trump.  Nem o meu apoio e sequer a oposição de Marcelo Rech (RBS) e Luciana Genro, tiveram importância alguma.

     A coisa funciona como uma espécie de torcida, mas revela de que lado cada um coloca-se dentro do espectro político e ideológico brasileiro.

     Neste momento, eu estou do lado dos vencedores, porque meus candidatos não param de vencer eleições em todo o mundo, uma onda azul que vai reduzindo a pó as  fracassadas experiências i9ncompetentes, populistas, demagógicas, patrimonialistas, rançosas e muitas vezes até corruptas, todas elas praticadas pela esquerda ou seus aliados, agora desmoralizadas por denúncias sobre crimes que suas organizações criminosas praticaram em seus Países, com ênfase pra o Brasil.

     A vitória mais recente e mais eloquente foi a de Donald Trump.

     Mas, confesso, é também a mais assustadora.

      Até agora, a vitória de gente como Temer, Pablo Kucinszky (Peru), Macri (Argentina), Tereza May (Grã Bretanha), inscreveram-se dentro de um contexto no qual estavam representados segmentos que de uma ou de outra forma fazem parte do establishment.

     E Trump ?

     Ora, sinceramente, não sei quem do establishment americano apoia Trump.

      Nunca vi disto

      Se alguém acha que gente como João Doria ou Macri são outsiders, o que dizer do novo presidente americano.

      Eu posso estar vendo bruxas, mas acho que Donald Trump tomará um impeachment antes de completar um ano de mandato, caso não altere seu discurso e suas ações iniciais.

      Ao contrário do que os lambe-botas dos interesses americanos não admitam, os EUA conviveram com várias ações de impeachment em tempos bem recentes:Kennedy foi assassinado, Nixon foi obrigado a renunciar e Clinton conseguiu vencer o processo de impeachment movido contra ele.

     E nenhum dos três afrontou o establishment, embora tenham comprometido sua posição dentro dele.

Posts Relacionados

Leave a Reply

%d blogueiros gostam disto: