AGENDA POSITIVA. AGENDA NEGATIVA. UMA ENGENHOCA PERIGOSA QUE NOS SERVE | Por Carlos Josias

Facebook Twitter Google+ LinkedIn WhatsApp

Há um clamor, frequente, na tl de gremista, com manchetes comparativas, sobre o tema, algumas reveladoras de forma escancarada de um protecionismo clubista. Verdade inegável. Se os autores das matérias são tendenciosos ou não, sem dúvida, é análise subjetiva, na qual ingressamos com naturalidade. Isto sim, mas o fato é que a inclinação em nublar desempenhos favorece exatamente a quem?

2016 foi recheado desta agenda e 2017 não está sendo muito diferente. O rival Gremista foi apedrejado por esta agenda e no que resultou? Queda para a segunda divisão. O fulano é craque, o beltrano vale 100 milhões, a derrota pode ajudar o time a se reerguer e por ai vai, ou foi. O fulano que a falta violenta virou manchete publicitária – hoje está treinando em separado e não quer ficar. Todo mundo ama o clube que joga ou quer jogar, até o dia que deixa de amar e vira contra.

Publicidade vira pó. Jogo de graça pelo time tal … mentira. O Grêmio severamente criticado durante todo o ano de 2016 e torpedeado na aflição de 15 anos sem títulos derrubou o Palmeiras, o melhor time e elenco do Brasil atualmente, passou por cima do Super Campeão Cruzeiro, e defenestrou o Galo na final – durante quase todo o ano tido como o melhor time do Brasil. Passo a passo, nesta caminhada que levou ao Penta, foram sobrecarregadas de amenizações das vitórias – Palmeiras estava focado no Brasileirão, Cruzeiro estava caindo pelas tabelas, e o Galo era um time de marrecas, se ouviu, depois, quando o título era inevitável, de analistas que se fazem passar por entendidos e experts. Resultado da Agenda negativa.

Quer saber? Adoro agenda positiva nos outros. Adoro agenda negativa para o nosso. Que não mudem os procedimentos. Afinem as cornetas. Nunca conquistamos nada sem elas. Esta é a verdade!

Saudações Tricolores.

 

Posts Relacionados

Leave a Reply

%d blogueiros gostam disto: