SINEPE/RS alerta escolas sobre jogo da `Baleia Azul` e série do Netflix

Facebook Twitter Google+ LinkedIn WhatsApp

Diante das repercussões do jogo “Baleia Azul”, que instiga os jovens a mutilações e ao suicídio e da série “13 Reasons Why”, da Netflix que aborda o suicídio de uma estudante, o SINEPE/RS orienta as escolas particulares a abrirem espaços para discussão sobre o assunto na instituição. “A escola deve aproveitar esse momento para ouvir os estudantes, esclarecer dúvidas e falar sobre valorização da vida, respeito ao próximo, enfim, atitudes que podem evitar o bullying e suas consequências. Também é um momento oportuno para tratar dos riscos e das armadilhas do ambiente digital”, orienta o presidente do SINEPE/RS Bruno Eizerik. Ele lembra que o papel da família nessa hora é fundamental. “É em casa que o diálogo deve começar e a escola deve dar sequência a essa discussão”. Em caso de suspeitas de comportamento estranho dos alunos, a escola deve acionar os pais, e se for preciso, o Conselho Tutelar e a rede de saúde.

O Sindicato sugere também que se faça um trabalho de conscientização com as famílias sobre a importância de acompanhar de perto a rotina dos filhos e para ficarem atentas a sinais que podem indicar algo mais grave. Confira abaixo as orientações da Secretaria Municipal de Saúde de Porto Alegre:

 

    • falas sobre morte e suicídio, mesmo que indiretamente, com vontade de “sumir, “desaparecer”, “ir embora”;

 

    • isolamento (afastar-se da família, dos amigos);

 

    • perda do interesse em atividades que costumava fazer;

 

    • perda do interesse nas pessoas;

 

    • mudanças no hábito de sono (insônia ou aumento das horas dormindo);

 

    • mudanças dos hábitos alimentares (perda ou aumento de apetite);

 

    • irritabilidade, crises de raiva;

 

    • piora no desempenho escolar, recusa a ir à escola;

 

    • comportamentos auto-destrutivos (auto-mutilação, uso de álcool e Drogas, exposição a situações de risco);

 

    • ter tentativas de suicídio anteriores.

 

Saiba mais:

Baleia Azul
O “Baleia Azul” é um jogo virtual que propõe desafios macabros aos adolescentes, como bater fotos assistindo a filmes de terror, automutilar-se, ficar doente e, na etapa final, cometer suicídio.

Algumas recomendações importantes:
– Falar de movimentos positivos como a página do Facebook “Baleia Rosa” que traz uma lista de tarefas “do bem” – https://www.facebook.com/eusoubaleiarosa/
– Informar aos filhos a existência do jogo da Baleia Azul e seus perigos.
– Instruir os filhos a não adicionarem estranhos nas redes sociais.
– Monitorar o uso de smartphones e redes sociais.
– Restringir o uso da internet em determinados horários.
– Estar presente nos pátios virtuais e acompanhar o que o filho está fazendo.
– Ficar atento a qualquer mudança radical no comportamento de crianças e adolescentes.
– Acolher os filhos e conversar sempre que notar neles algum desconforto.

 

    • 13 Reasons Why
      “13 Reasons Why” é uma série americana disponível gratuitamente aos assinantes do serviço de streaming Netflix. A série gira em torno de uma estudante que se mata após uma série de agressões sofridas dos colegas no ambiente escolar. Antes de tirar a própria vida, ela grava fitas de cassete explicando para treze pessoas como elas desempenharam um papel na sua morte: os treze motivos.

 

Algumas recomendações importantes:
– A série tem classificação indicativa de 16 anos. Menores devem assisti-la acompanhados dos pais ou responsáveis. Caso seu filho esteja assistindo, é essencial que você o acompanhe.
– É importante conversar com os jovens e aprofundar as questões abordadas. Quais temas são levantados pela série? Qual outra alternativa a protagonista poderia ter escolhido? Como ajudar um colega que sofre agressões na escola? Qual impacto das ações negativas sobre os outros colegas? A importância do respeito ao próximo.
– Destacar que a depressão é uma doença grave, mas tem cura.

ONDE BUSCAR AJUDA
Centro de Valorização da Vida
Oferece ajuda por telefone, chat, skype, e-mail e presencialmente
Telefones 141 (24 horas, para todo o país) e 188 (gratuito, apenas para o RS)
www.cvv.org.br
facebook.com/cvv141
— O Programa de Depressão na Infância e Adolescência do Hospital de Clínicas de Porto Alegre tem limitações de atendimento, mas é possível pedir encaminhamento para lá em qualquer posto de saúde pública

Posts Relacionados

Leave a Reply

%d blogueiros gostam disto: