Locomotiva Burger busca alternativas para se manter ativa durante isolamento

Locomotiva Burger busca alternativas para se manter ativa durante isolamento

Facebook Twitter Google+ LinkedIn WhatsApp

Além de apostar em delivery, sócios da empresa de Santa Maria também ajudam população em cadastro para auxilio emergencial do Governo Federal

 

Em época de crise, a principal dica para os empresários é se reinventar. Encontrar alternativas que mantenham o negócio ativo e continuar em contato com os clientes, é essencial para a marca. Pensando nisso, a Locomotiva Burger, de Santa Maria, buscou soluções para se manter no mercado durante o isolamento social, ocasionado pelo novo coronavírus.

 

A estratégia escolhida pelos proprietários foi investir no atendimento por WhatsApp. Para que o resultado também fosse melhor, eles intensificaram a produção na cozinha. “Antes, os pedidos por delivery levavam de 30 a 40 minutos para serem entregues, dependendo do local onde o cliente morava. Agora, a média de tempo é de apenas 15 minutos e, independente do endereço, a pessoa não vai esperar mais do que meia hora para receber o seu pedido”, afirma um dos sócios Lucas Nascimento.

 

Neste momento o restaurante está aberto para receber os clientes, porém com todos os cuidados de distanciamento entre as mesas, quantidade de pessoas e medidas de higiene que evitam a propagação do vírus. “Não estamos estimulando que as pessoas venham até a Locomotiva Burger, por isso nossa atuação seguirá forte no delivery”, explica Nascimento.

 

Com o atendimento basicamente online, Lucas e o irmão Marcos Nascimento, que também é sócio, decidiram usar a estrutura da empresa de maneira solidária. “Eu e alguns ex-colegas da faculdade tivemos a ideia de prestar esse apoio às pessoas que precisam do auxílio emergencial do Governo Federal, mas estão com dificuldade de fazer o cadastro no site. De forma gratuita, disponibilizamos computadores e internet, e recebemos essas pessoas no nosso espaço para prestar auxílio”, contou.

 

Para Carlos Karsten, Analista de Articulação de Projetos do Sebrae RS, esse tipo de ação é muito válida neste momento de crise. “O desafio é encontrar uma maneira de estar próximo ao cliente. E o exemplo de ajudar as pessoas é muito positivo para a marca. Além de se manter ativo, você está contribuindo com a população em um momento difícil”, declarou.

 

“Acho que todo mundo tem que se ajudar. Acredito que esse não é o momento de pensar em concorrência, por isso devemos nos unir para atravessarmos esse período da melhor  forma possível. Todos precisamos sobreviver e, para isso, vamos trabalhar ainda melhor para sairmos ilesos dessa situação”, finalizou Lucas.

Posts Relacionados

Leave a Reply

%d blogueiros gostam disto: