Em live gratuita para o público brasileiro, pianista sueco Anders Helmerson apresenta um novo sentido ao som progressivo e ao jazz de fusão

Em live gratuita para o público brasileiro, pianista sueco Anders Helmerson apresenta um novo sentido ao som progressivo e ao jazz de fusão

Facebook Twitter Google+ LinkedIn WhatsApp

Músico fará uma apresentação direto de Londres no dia 17 de outubro, às 17h, mostrando suas complexas composições. A transmissão poderá ser acompanhada pelo YouTube 

 

Considerado um dos mais inovadores músicos contemporâneos, o pianista e compositor sueco Anders Helmerson preparou uma live especial para o público brasileiro. A convite do Instituto Ling, ele fará um show gratuito no dia 17 de outubro, sábado, às 17h, mostrando um novo sentido ao som progressivo e ao jazz de fusão, com complexas composições que exploram múltiplos compassos e divisões rítmicas. A apresentação será transmitida diretamente de Londres, na Inglaterra.

Helmerson é dono de um trabalho inovador concentrado em quatro álbuns solo: End Of Illusion (1981), Fields Of Inertia (2002), Triple Ripple (2010) e Quantum House Project (2018). Sua paixão pela arte veio do berço: filho de uma professora de piano e de um músico de jazz, ele passou pelo conservatório, mas, na sua adolescência, o rock progressivo e o jazz vieram se unir ao estudo clássico.

A edição original de seu primeiro álbum, lançado em vinil pela gravadora TMC, é hoje um item de colecionador, disputada em sebos e leilões de LPs mundo afora. Na época do lançamento, porém, o disco passou desapercebido, até ser reeditado pela gravadora francesa Musea Records e conquistar os fiéis seguidores do progressivo, inicialmente entre o público japonês.

Após o sucesso tardio do álbum de estreia, Helmerson lançou seu segundo disco, gravado no Rio de Janeiro, com participação do percussionista e baterista brasileiro Robertinho Silva. Com seu terceiro trabalho, Anders consolidou a formação de trio, trabalhando com o baixista Bryan Beller e o baterista Marco Minnemann. O álbum Triple Ripple foi considerado, por sites especializados no gênero, um marco no som progressivo do século XXI.

Finalmente, com seu mais recente Quantum House Project, ao trocar os teclados eletrônicos por um piano acústico, Anders Helmerson prosseguiu em sua procura por novas formas de expressão para a música de fusão. No disco, o músico adicionou outro elemento à equação: o interesse pela física quântica, que estuda os objetos em escalas muito pequenas (moleculares, atômicas, sub-atômicas e nucleares). Atualmente, suas complexas composições manipulam conceitos similares.

SERVIÇO – PROGRAMAÇÃO ON-LINE – MÚSICA
Show com o pianista sueco Anders Helmerson
Dia 17 de outubro, sábado, às 17h
Interessados em assistir podem se inscrever no site www.institutoling.org.br para receber o link direto de transmissão e notificações para não perder o horário da live
Classificação etária: Livre

Posts Relacionados

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: