Exposição híbrida “Deus da humanidade”

Exposição híbrida “Deus da humanidade”

Facebook Twitter Google+ LinkedIn WhatsApp

Na Gravura Galeria de Arte mostra seguirá até o dia 30, com visitação controlada de até três pessoas por horário

Ao longo das últimas 50 décadas o dilema moderno do capitalismo x dominação = destruição foi extensivamente estudado por ecologistas, cientistas, escritores e cineastas. Foi tema de grandes obras. O dinheiro tudo salva, tudo move – ou tudo destrói. É exatamente o argumento central do trabalho do artista Laércio de Menezes, que vai inaugurar, no próximo mês, em 08 de abril, a exposição híbrida intitulada “Deus da humanidade”, na Gravura Galeria de Arte. A mostra seguirá até o dia 30, com visitação controlada de até três pessoas por horário.

 

Nas obras pictóricas do artista, o assunto social e ecológico é claramente exposto, através de elementos inseridos nas composições. Estas linguagens, colagens mescladas à pintura, remetem à pop art inglesa e americana, por utilizar um elemento cultural cotidiano e ressignificá-lo – e é agora incorporado pelo artista como construção da paisagem, juntamente com cores puras que nos remetem ao movimento artístico fauvismo, e pinceladas que sugerem um desenho quase caligráfico com uma justaposição que lembra o impressionismo.

 

O Fauvismo foi um movimento artístico heterogêneo associado à pintura e teve sua origem na França no início do século XX. Essa tendência foi desenvolvida entre os anos de 1905 e 1907. A principal característica desse movimento foi a utilização da cor pura, sem misturas, de modo a delimitar, dar volume, relevo e perspectiva às obras. Já os pintores da arte impressionista costumavam produzir suas telas ao ar livre. A intenção era capturar as tonalidades que os objetos refletiam segundo a iluminação solar em determinados momentos do dia.

 

As composições quando geométricas são cuidadosas e a paleta de cores joga bem com o grafismo e coloração insinuada do dinheiro, impresso com linhas muito finas. “Já nas infografias o dinheiro cobre, sem pudor nenhum, as imagens que remetem a reis, profetas e à tão sacra e simbólica cruz, objeto de pura adoração. Tudo é feito dele, incluindo a figura humana. É dourado, reluzente, é chocante, é cru. É nu”, explica Laércio.

 

Assim, o artista passa claramente o recado através de suas obras com um forte viés de crítica política, humana e social, sugerindo ao espectador, subjetivas interpretações. As obras da exposição “Deus da humanidade” foram todas produzidas durante o período de confinamento da pandemia, sendo que a primeira obra foi criada para a exposição ConfinArt que ocorreu em abril de 2020 promovida pela Gravura Galeria de Arte com o objetivo de estimular os artistas nestes tempos difíceis. A mostra acontecerá na sala Branca da galeria e será composta por 10 obras em acrílica e técnica mista sobre tela de Laércio de Menezes.

 

Sobre Laércio de Menezes:

 

Laércio de Menezes nasceu em Bagé em 1956 e atualmente reside em Porto Alegre. É autor do livro de fotografias em preto e branco “Ode marítima” inspirado nas belezas das praias banhadas pelos Oceanos Pacífico e Atlântico publicado em 2018. Foi professor de fotografia na UCS (Universidade de Caxias do Sul) e na ULBRA (Universidade Luterana do Brasil). Fez diversos cursos no Orange Coast College, Costa Mesa, California, USA, sendo que os mais recentes foram Colagem em Workshop com a artista Anete Schroder e Introdução a Pintura em Workshop com a artista Denise Giacomoni, ambos em Porto Alegre/RS. Realizou diversas exposições individuais e coletivas em Porto Alegre/RS, Bagé/RS, Caxias do Sul/RS, Novo Hamburgo/RS, Brasília/DF, Rio de Janeiro/RJ e Nova Friburgo/RJ. Em 2020, participou de diversas exposições virtuais e atualmente participa da exposição coletiva Street Expo Photo na escadaria do viaduto da Borges de Medeiros em Porto Alegre-RS.

 

SERVIÇO

Exposição híbrida “Deus da humanidade”, de Laércio de Menezes

Visitação: de 08 a 30 de abril.

Local: Gravura Galeria de Arte (Rua Corte Real, 647 – Petrópolis/ Porto Alegre).

 

Horários: Segunda a sexta-feira, das 9h30 às 18h30 – limite de três pessoas por horário.

Fones: (51) 3333-1946, (51) 99718-9258 e (51) 99666-3972.

Acompanhe também pelas redes sociais da Gravura (@gravuragaleriadearte).

Vendas: Presencialmente ou através do site https://www.gravuragaleria.com.br/.

Use máscaras, álcool gel e evite aglomerações.

LisaRoos_0027_05092019_Laercio-de-Menezes-scaled-300x200 Exposição híbrida “Deus da humanidade”

Artista Laércio de Menezes, crédito Lisa Roos

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: