Curso de direito 100% on-line aprovado pelo MEC: Temos estrutura, mercado e sociedade para isto?

Curso de direito 100% on-line aprovado pelo MEC: Temos estrutura, mercado e sociedade para isto?

Facebook Twitter Google+ LinkedIn WhatsApp

Julho de 2021 um mês recheado de novidades na seara jurídica, que vão de problemas no TJRS que culminaram com ação da OABRS no CNJ, até aprovação pelo Ministério da Educação de um curso totalmente on-line (EAD) da faculdade de direito.

Sim, teremos em breve pessoas graduadas no curso do direito sem pisar na universidade/faculdade; quiçá sem folhear livros físicos; sem a pressão dos corredores, dos colegas, da chegada do professor na sala.

Muitos podem pensar que por ser alguém totalmente tecnológico, seria um defensor árduo disto. Entretanto, tenho dúvidas sobre o que estamos criando em termos de mercado e de sociedade.

Saliente-se que não sou contra a ideia. Apenas tenho pensamentos sobre o resultado prático da mesma.

A advocacia é uma profissão ímpar, necessária e meritória. O advogado(a) não é mais um profissional no mercado, mas sim aquele que é indispensável à administração da justiça nos ditames Constitucionais.

Vamos pensar na prática: Tudo online, sem nenhum contato com colegas de forma física, apenas virtual e – se quiserem – reunir-se-ão de forma presencial. Estágios de direito, atendimento ao público virtual (ou até presencial, mas no contexto das aulas ainda on-line) e foco na tecnologia.

Tecnologia que já usa Inteligência Artificial para pesquisas, para análises preditivas, para atendimento por chatbots, tudo chancelado pelo novo provimento do código de ética (que foi aprovado em Julho).

E o estagiário de direito que aprendeu errando, usando tecnologia, mas vivenciando atendimentos, problemas, casos práticos do dia a dia, pessoas reais.

Seria este um modelo perfeito de ensino que preparará alguém como nunca antes na história?

Seria nostalgia e desatualização querer que tenhamos vivências presenciais (o que não obsta conhecimento on-line, por óbvio)?

Estamos caminhando a passos largos para ter um curso de direito que entrega legislação, conhecimento e diversos espectros, mas deixa de ser um curso de ciências sociais. Para isto, precisamos nos relacionar, experimentar problemas e pessoas reais.

Tenho dúvidas se somente o on-line resolverá as questões offline. Um híbrido ou modelo que permita estas vivências urge para que não tenhamos uma geração profissional em breve que estará acéfala de realidades que precisam ser conhecidas para o exercício mister da profissão.

#ProDebate

 

Sou Gustavo Rocha

Professor da Pós Graduação, coordenador de grupos de estudos e membro de diversas comissões na OAB.

Atuo com consultoria em gestão, tecnologia, marketing estratégicos e implementação de adequação à Lei Geral de Proteção de Dados – LGPD.

Quer conhecer mais? www.gustavorocha.com

Prefere mandar email ou adicionar nas redes sociais? gustavo@gustavorocha.com

Algo mais direto como Whatsapp, Telegram ou Signal? (51) 98163.3333

#Gestão #Tecnologia #MarketingJuridico #Privacidade #LGPD

Facebook Twitter Google+ LinkedIn WhatsApp

Advogado Pós-Graduado Gerente jurídico por 4 anos Membro da comissão especial de Processo Eletrônico da OAB/RS Membro da comissão especial de Fiscalização e Ética Profissional da OAB/RS Membro da comissão permanente de Acesso a Justiça do Conselho Federal da OAB Implanta gestão e softwares jurídicos desde 1997 Sócio da Consultoria GustavoRochacom, inscrita no CRA/RS 003799/O Presta exclusivamente consultoria nas áreas de gestão, tecnologia, marketing jurídico e processo eletrônico. 10 anos de consultoria direcionada em escritórios e departamentos jurídicos no Brasil e Portugal Mais de 2000 artigos publicados no portal www.gustavorocha.com Canal no Youtube (gustavorochacom) com aulas, palestras e dicas práticas Palestrante e professor convidado de universidades e cursos de Pós-Graduação pelo país nas áreas de gestão, tecnologia, marketing jurídico e processo eletrônico Contato direto: gustavo@gustavorocha.com

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: