Mostra sobre cinema da Ásia ocorre de 05 a 18 de setembro na Cinemateca Capitólio Petrobras

Mostra sobre cinema da Ásia ocorre de 05 a 18 de setembro na Cinemateca Capitólio Petrobras

Facebook Twitter Google+ LinkedIn WhatsApp

Cine Ásia em Porto Alegre presenta doze grandes filmes dos principais realizadores do extremo oriente e sudeste asiático nesta década

A Cinemateca Capitólio Petrobras apresenta de 05 a 18 de setembro a mostra O Cinema da Ásia, com 18 produções – doze grandes filmes realizados nesta década pelos principais realizadores do extremo oriente e do sudeste asiático, e a Seção Resgates, com seis obras influentes da história do cinema, entre clássicos e contemporâneos. 

Hotel às Margens do Rio, o mais recente longa-metragem do celebrado diretor sul-coreano Hon Sangsoo, estará na abertura da mostra, na quinta, dia 05, às 20h. O drama familiar com toques oníricos e situações cômicas conta com a magnífica atuação de Ju-bong Gi que foi consagrada com o prêmio de melhor ator no Festival de Locarno de 2018, evento que marcou a estreia mundial do filme.

O Cinema da Ásia apresenta obras de importantes realizadores do cinema contemporâneo, como o filipino Lav Diaz, os taiwaneses Hou hsiao-hsien e Tsai Ming-liang, os chineses Jia Zhangke e Vivian Qu, os japoneses Naomi KawaseHirokazu Koreeda eKiyoshi Kurosawa, o sul-coreano Lee Chang-dong, o tailandês Apichatpong Weerasethakul, e o singapuriano Anthony Chen.

No sábado, 07 de setembro, o diretor e professor Eduardo Wannmacher participa de um debate após a exibição às 18h de O Mundo, um dos filmes mais importantes do realizador chinês Jia Zhangke.

A seção Resgates traz para a mostra obras-primas asiáticas realizadas em diversos momentos da história do cinema. A grande atração é a cópia em DCP de Derzu Uzala, incursão soviética do mestre japonês Akira Kurosawa. O transgressor O Funeral de Rosas, filme de Toshio Matsumoto, realizando em momento de efervescência da contracultura japonesa, será exibido em versão restaurada.

O clássico filme de artes marciais Dragon Inn: A Estalagem do Dragão, de King Hu, ganha exibição comentada pelo pesquisador César Almeida dentro de edição especial do Projeto Raros. Produzida pelo Programa de Alfabetização Audiovisual, a Sessão Vagalume, que apresenta filmes para crianças de todas as idades, apresenta a versão dublada da animação O Castelo Animado, de Hayao Miyazaki, uma das obras-primas do Studio Ghibli.  

A Cinemateca Capitólio Petrobras conta, este ano, com o projeto Cinemateca Capitólio Petrobras programação especial 2019, aprovado na Lei Rouanet/Governo Federal, que vem sendo realizado pela FUNDACINE – Fundação Cinema RS em parceria com a Coordenação de Cinema e Audiovisual da Secretaria Municipal da Cultura de Porto Alegre e possui patrocínio master da PETROBRAS. O projeto contém 26 diferentes atividades entre mostras, sessões noturnas e de cinema acessível, master classes e exposições.

Os ingressos para as sessões custam R$ 10,00, com meia entrada para estudantes, idosos e portadores do Cartão Petrobras com acompanhante, além de gratuidade para os funcionários da Petrobras. A bilheteria abre 30 minutos antes de cada sessão. A Cinemateca Capitólio Petrobras fica na Rua Demétrio Ribeiro 1085 – Esq. com Borges de Medeiros. Mais informações (51) 3289 7453 | http://www.capitolio.org.br | facebook.com/cinemateca.capitolio

FILMES

FILMES CONTEMPORÂNEOS

A ASSASSINA

(Ci ke Nie Yin Niang)

Taiwan/China/Hong Kong/França, 2015, 105 min, DCP

Direção: Hou Hsiao-hsien

Durante a dinastia Tang (618-907 a.C.), uma assassina profissional se apaixona pelo alvo principal de sua missão. Melhor Direção no Festival de Cannes.

AMOR ATÉ AS CINZAS

(Jiang hu er nu)

China/França/Japão, 2018, 137 min, DCP

Direção: Jia Zhangke

Uma história de amor violento, vivida no extremo norte da China pela jovem dançarina Qiao e o mafioso Bin, dentro de um período de tempo que vai de 2001 a 2017.

ASSUNTO DE FAMÍLIA

(Manbiki kazoku)

Japão, 2018, 121 min, DCP

Direção: Hirokazu Koreeda

Depois de uma de suas sessões de furtos, Osamu e seu filho se deparam com uma garotinha. A princípio eles relutam em abrigar a menina, mas a esposa de Osamu concorda em cuidar dela depois de saber das dificuldades que enfrenta. Palma de Ouro no Festival de Cannes.

CÃES ERRANTES

(Jiao You)

Taiwan/França, 2013, 138 min, DCP

Direção: Tsai Ming-liang

Um pai e seus dois filhos vagueiam como marginais em Taipei. Toda noite, a família se abriga num prédio abandonado. No seu aniversário do pai, a família recebe a companhia de uma mulher. Será que ela pode ser a chave para desenterrar emoções do passado? Prêmio Especial do Júri no Festival de Veneza.

CEMITÉRIO DO ESPLENDOR

(Rak ti Khon Kaen)

Tailândia/Reino Unido/Alemanha/França/Malásia, 2015, 122 min, DCP

Direção: Apichatpong Weerasethakul

Soldados com uma misteriosa doença do sono são transferidos para um hospital provisório instalado em uma antiga escola abandonada. Jenjira torna-se voluntária para tratar de Itt, um belo soldado que ninguém vem visitar.

CREEPY

(Kurîpî: Itsuwari no rinjin)

Japão, 2016, 130 min, DCP

Direção: Kiyoshi Kurosawa

Takakura, um ex-detetive detetive da polícia de Tóquio, é agora professor de psicologia criminal na universidade. Esperando que esta nova carreira o leve a uma vida mais tranquila, ele e sua esposa Yasuko se mudam para um tranquilo bairro no subúrbio. Um dia, Takakura é abordado pela filha do vizinho que lhe confessa: o homem que ele acredita ser o pai dela é um completo estranho.

EM CHAMAS

(Beoning)

Coreia do Sul, 2018, 148 min, DCP

Direção: Lee Chang-dong

Durante um dia normal de trabalho como entregador, Jong-Soo reencontra Hae-Mi, uma antiga amiga que vivia no mesmo bairro que ele. A jovem está com uma viagem marcada para o exterior e pede para Jong-Soo cuidar de seu gato de estimação enquanto ela está longe. Hae-Mi volta para casa na companhia de Ben, um jovem misterioso que conheceu na África. No entanto, o forasteiro tem um hobby peculiar. Prêmio da Crítica no Festival de Cannes.

ESPLENDOR

(Hikari)

Japão/França, 2017, 101 min, DCP

Direção: Naomi Kawase

Misako é uma escritora apaixonada por versões cinematográficas para deficientes visuais. Em uma exibição ela conhece Masaya, um fotógrafo que está perdendo sua visão e que tem um acervo de fotografias que fará com que Misako volte a seu passado.

HOTEL ÀS MARGENS DO RIO

(Gangbyeon hotel)

Coreia do Sul, 2018, 96 min, DCP

Direção: Hong Sangsoo

Um velho poeta se hospeda em um hotel à beira do rio. Ele convoca a presença dos dois filhos, com quem tem uma relação distante porque sente, sem razão aparente, que está morrendo. Ao mesmo tempo, após ser traída pelo parceiro, uma jovem se instala no mesmo local com uma amiga.

NORTE, O FIM DA HISTÓRIA

(Norte, hangganan ng kasaysayan)

Filipinas, 2013, 250 min, DCP

Direção: Lav Diaz

Nas Filipinas, três histórias se cruzam: uma mãe em busca vingança, um estudante de direito que comete dois assassinatos e um pai de família que cede à violência e é condenado à prisão. Inspirado no romance Crime e Castigo de Fiodor Dostoievski.

QUANDO OS MEUS PAIS NÃO ESTÃO EM CASA

(IloIlo)

Singapura/Japão/Taiwan/França, 2013, 99 min, DCP

Direção: Anthony Chen

Crônica de Singapura de 1997. A relação entre a família Lim e sua recém-chegada empregada, Teresa. Como muitas outras mulheres filipinas, ela veio em busca de uma vida melhor. A presença dela na casa piora o relacionamento da família, já complicado. Longa de estreia do diretor Anthony Chen. Caméra d’Or no Festival de Cannes.

RUA SECRETA

(Shuiyin jie)

China, 2013, 93 min, DCP

Direção: Vivian Qu

Um jovem estagiário de uma empresa de engenharia trabalha fazendo mapeamento digital das ruas da cidade. Certo dia, ele conhece uma bela e misteriosa moça num beco isolado, este encontro mudará sua vida para sempre.

SEÇÃO RESGATES

DERSU UZALA

União Soviética/Japão, 1975, 142 min, DCP

Direção: Akira Kurosawa

O capitão Vladimir Arseniev é enviado pelo governo soviético para explorar e reconhecer as montanhas da Mongólia, juntamente com uma pequena tropa. Em meio à expedição, eles encontram Dersu Uzala, um caçador que vive apenas nas florestas. Lendário filme de Kurosawa produzido pela Mosfilm.

O FUNERAL DAS ROSAS

(Bara no sôretsu)

Japão, 1969, 105 min, DCP

Direção: Toshio Matsumoto

O primeiro longa-metragem de Matsumoto – que chega ao seu aniversário de 50 anos – tem em seu elenco o inesquecível artista gay, Peter, no papel de Eddie, uma mulher trans que trabalha na cena noturna de bares e boates de Tóquio. Suas aventuras com colegas e rivais – interpretadas por travestis da cena local real – se desenrolam de forma dinâmica e docu-ficcional na medida em que entrevistas, animações, cenas de rua no estilo comédia musical, e visões horripilantes da mãe e dos parceiros de Eddie se juntam para confundir as fronteiras entre gêneros cinematográficos e humanos. Esse filme autorreflexivo inclui ainda uma releitura de Édipo Rei e, junto com ela, uma reflexão sobre o conceito de origem.

PROJETO RAROS ESPECIAL:

DRAGON INN: A ESTALAGEM DO DRAGÃO

(Dragon Inn)

Taiwan/Hong Kong, 1967, 111 min, HD para DCP

Direção: King Hu

China, ano de 1457. O ministro da defesa é executado, e seus dois filhos são condenados ao exílio por ordem do tirânico Tsao. Temeroso por uma futura vingança dos jovens, Tsao envia cruéis soldados para assassiná-los, mas um valoroso grupo de espadachins pode mudar o rumo da batalha na Estalagem do Dragão. Um dos wuxia mais influentes de todos os tempos, obra-prima do renomado realizador King Hu. Sessão comentada pelo pesquisador Cesar Almeida.

O MUNDO

(Shijie)

China/Japão/França, 143 min, HD para DCP

Direção: Jia Zhangke

Tão, dançarina no World Park de Pequim, namora Taisheng, que trabalha como segurança no mesmo local. O parque temático recria mais de uma centena de monumentos de 14 países de todo o mundo, como a Torre Eiffel, o Big Ben, a esfinge ou o Taj Mahal. Espetáculos teatrais e de dança procuram reproduzir um pouco da cultura de outros países. O mote é visitar o mundo sem sair de Pequim. No parque cruzam-se os dramas sociais e sentimentais de vários personagens. Sessão comentada pelo cineasta e professor Eduardo Wannmacher.

O CASTELO ANIMADO

(Hauru no ugoku shiro)

Japão, 119 minutos, 2005, HD

Direção: Hayao Miyazaki

Sofia é uma jovem de 18 anos que trabalha na chapelaria de seu pai. Em uma de suas raras idas à cidade ela conhece Hauru, um mágico bastante sedutor, mas de caráter duvidoso. Ao confundir a relação existente entre eles, uma feiticeira lança sobre Sofia uma maldição que faz com que ela tenha 90 anos. Desesperada, Sofia foge e termina por encontrar o Castelo Animado de Hauru.

GRADE DE HORÁRIOS

5 de setembro (quinta-feira)

20h – Hotel às Margens do Rio

6 de setembro (sexta-feira)

18h – Rua Secreta

20h – Esplendor

7 de setembro (sábado)

14h – Sessão Vagalume: O Castelo Animado

16h15 – Rua Secreta

18h – O Mundo + debate com Eduardo Wannmacher

8 de setembro (domingo)

14h – Sessão Vagalume: O Castelo Animado

16h15 – Quando os Meus Pais Não Estão Em Casa

20h – Assunto de Família

10 de setembro (terça-feira)

15h – Norte, O Fim da História

19h30 – Creepy

11 de setembro (quarta-feira)

17h – Em Chamas

19h30 – Cemitério do Esplendor

12 de setembro (quinta-feira)

17h – Cães Errantes

19h30 – Amor até as Cinzas

13 de setembro (sexta-feira)

18h – Quando os Meus Pais Não Estão Em Casa

20h – Projeto Raros (Dragon Inn + debate com Cesar Almeida)

14 de setembro (sábado)

16h – Dersu Uzala

20h – O Funeral das Rosas

15 de setembro (domingo)

16h – A Assassina

18h – Norte, O Fim da História

17 de setembro (terça-feira)

17h – Creepy

19h30 – Em Chamas

18 de setembro (quarta-feira)

17h – Cemitério do Esplendor

19h30 – Cães Errantes

Na imagem em Destaque cena do Filme O Amor até As Cinzas, crédito divulgação

Posts Relacionados

Leave a Reply

%d blogueiros gostam disto: