Mercado de Trabalho x Corona Vírus | O que será de nós em 2020?

Mercado de Trabalho x Corona Vírus | O que será de nós em 2020?

Facebook Twitter Google+ LinkedIn WhatsApp

Após decretada a pandemia do Corona Vírus na semana passada no brasil, nossas mentes se tornaram alvo desta doença que está chegando sem freio nas pessoas e causando muitos impactos negativos na vida das famílias. Todos nós, de uma forma ou de outra, já estamos sendo afetados.

Nossos filhos não podem mais ir à escola e não temos ideia de quando retornarão as atividades. Só isso já bastaria para eu falar um dia inteiro com vocês, porque tenho um filho de 4 anos, e tive que mudar minha rotina inteira de trabalho para poder dar a mínima assistência que ele precisa. Este é apenas um ponto. E como ficara a vida dos profissionais que já estão há algum tempo buscando recolocação, sem sucesso? E aqueles que ainda vão perder o emprego porque muitos empresários não terão como sustentar uma folha de pagamento, sem que entre dinheiro em caixa. E agora,  ficou mais difícil ter dinheiro em caixa. Quem tem, que levante as mãos para o céu. E quem não tem? Como será a vida dos pequenos trabalhadores, com filhos pequenos, onde na maioria, apenas um da casa ganha para o sustento de toda a família. Além disso, o que será dos pequenos empresários, como nós da Ser Humano, que dependemos da recolocação dos nossos assessorados, dos contratos de processos de Gestão de Pessoas juntos as empresas? Assim como nós, tem muitas pequenas empresas que dependem 100% das vendas de hoje para poder se sustentar.

É preocupante as notícias que estão chegando a cada segundo na televisão de nossas casas. Chego a pensar que estamos vivendo a era do Armagedon!? Quem sabe, já que as notícias só apontam que as coisas vão piorar ainda mais.

Para nós, da Ser Humano, que, há 14 anos trabalhamos com Assessoria de Carreira e que, recentemente, assim como outras empresas, vem se recuperando da crise no Brasil, já estávamos visualizando um cenário de contratações, empresas buscando novos processos, investimentos em novas contratações, treinamento e desenvolvimento, dentre outros serviços.

Hoje, percebo, que a saída para sobreviver no mercado de trabalho é aceitar que ele mudou, só que agora, ele tem outras exigências, que é valorizar profissionais que se reinventam, ou seja, aquele que está em constante mutação.

A recessão, o fechamento de postos de trabalho, a queda de contratações via CLT, a globalização, o aumento do empreendedorismo (muitos por necessidade), tudo isso se apresenta em um momento de transição em que é fundamental para o trabalhador buscar um novo modelo de carreira que o prepare para o futuro e de preferência, sem medos. Vocês podem até se questionar: “de novo o mesmo assunto”. Sim, e isso tudo eu já falei em meus artigos anteriores em época de crise, mas agora está sendo exigido mais e mais.

E com toda essa revolução, a experiência do profissional ainda mantém grande importância? Ela basta? É a principal ferramenta para sobreviver ao cenário de transformação? Sim, a experiência profissional continua sendo extremamente importante, mas isoladamente, não é mais suficiente. Agora, o profissional precisa se capacitar para ampliar sua visão tanto para dentro como para fora da empresa. As pessoas que estão dentro das organizações, têm de ir além da qualidade e do comprometimento com seu processo de trabalho, percebendo a interdependência entre as suas atividades e a de outros profissionais e processos dentro da organização, com efetivo impacto no negócio.

A Folha de São Paulo publicou que o coronavírus pode tirar emprego de até 25 milhões de pessoas no mundo. Então, fiquem atentos as dicas:

Estude, algumas instituições de ensino com a FGV estão disponibilizando cursos online gratuitos;

Incremente a sua rede de relacionamento no LinkedIn, aproveite o tempo para conectar pessoas e empresas;

Continue acompanhando as movimentações e vagas oferecidas pelo mercado; se você está desempregado, pense em alguma atividade, negócio ou produto que possa gerar alguma renda para os próximos meses;

Se você está empregado, procure se ajustar aos problemas, ambiente e qualquer outra dificuldade com a sua empresa. Não é o melhor momento de pedir demissão.

No último trimestre de 2019, vínhamos de um cenário de expectativas muito positivas para 2020 e, neste momento, essa melhora das expectativas está um pouco suspensa por não sabermos ainda a intensidade nem a duração dessa crise, não podemos precisar quando tudo voltara a normalidade.

Façamos cada um a sua parte, seguindo orientações e mais uma vez, sendo colocados a prova, agora com uma diferença, trata-se de vidas e de um processo global.

 

Monica Rizzatti | Diretora Executiva da Ser Humano Consultoria.

Facebook Twitter Google+ LinkedIn WhatsApp

Diretora Executiva da Ser Humano Consultoria que atualmente completou 12 anos no mercado.Com 25 anos de experiência na área de Recursos Humanos, possuo ampla vivência na Gestão de Carreira onde desenvolvo trabalhos de Outplacement, Orientação de Carreira, Outsourcing, atendendo demandas como Recrutamento e Seleção, Plano de Cargos e Salários, Descrição de Cargos, LNT, Avaliação de Desempenho e Comunicação Interna.Nos últimos 10 anos direcionai a minha trajetória como Coach, atendendo Executivos e demais níveis em empresas de médio e grande porte em todo o Brasil.Administradora de Empresas, com Especialização em Gestão Estratégica de Recursos Humanos pela UFRGS e Gestão de Pessoas pela ESPM/RS. “Professional Coach” pela Academia Brasileira de Coaching do RJ. Formação em Coaching pela Personal Consulting em Porto Alegre. Possui Formação em Coaching Ontológico Sistêmico pela Escola Odisseia em Porto Alegre, concluido em Dezembro/2018 no total de 120 horas/aula.Possui formação em diferentes Ferramentas Comportamentais, tais como: DISC/VECA/QUANTUN/PDI e PI. Consultora certificada pela TTI Success Insights International para aplicação da Ferramenta DISC. Atuação de 15 anos em empresas de grande porte, como BRAHMA, BRASIL TELECON E DELL COMPUTADORES. Foi Vencedora do Prêmio Top Ser Humano ABRH-RS junto as empresas Brasil Telecom e Vant Telecomunicações S/A. Há 2 anos é Colunista do Portal/Jornal Rede Opinião.

Posts Relacionados

Leave a Reply

%d blogueiros gostam disto: