Com o avanço da tecnologia é possível tratar hoje a alopecia de forma muito mais ampla e eficaz

Com o avanço da tecnologia é possível tratar hoje a alopecia de forma muito mais ampla e eficaz

Facebook Twitter Google+ LinkedIn WhatsApp

Inovação em tratamento capilar 

Com o avanço da tecnologia é possível tratar hoje a alopecia de forma muito mais ampla e eficaz. A pouco tempo atrás os tratamentos consistiam apenas em uso tópico de Minoxidil e finasterida via oral. No entanto existia uma limitação na abrangência dos tratamentos em relação aos problemas de queda capilar, uma vez que o uso do monixidil estimula apenas a vasculação periférica e o finasterida atua apenas como inibidor de dehidrotestosterona.

 

Ambos, não fornecem elementos necessários para tratar a disfunção estética, atuando como um recurso paliativo e não um tratamento de fato. Dessa forma, como solução para a queda capilar, existia apenas o transplante de fios, uma técnica cirúrgica invasiva sem garantias de resultados satisfatórios.

 

O advento de intradermoterapia e dos tratamentos a base de LED, tornou-se possível para fornecer os nutrientes, fatores de crescimentos e outros elementos necessários para fortalecer e estimular o crescimento de novos fios. E com a ação física de LED terapia é possível fornecer auxílio antioxidante e estímulo à proliferação de novos vasos, possibilitando a chegada de mais oxigênio ao folículo piloso.

 

Para o Biomédico Dr. Gustavo Carlete (destaque na foto), alopecia é a perda de grande quantidade de cabelo, que pode acontecer por meio de alterações hormonais, inflamação, fatores extrínsecos e até doenças sistemáticas. É considerado normal a queda de até 100 fios por dia, mas quando essa taxa passa a ser maior, algo pode estar errado. “Os pacientes que nos procuram para tratamento capilar chegam muitas vezes se estima e motivação, porém em pouco tempo conseguimos através de tratamento pioneiros, resultados expressivos, devolvendo autoestima e dignidade ao paciente.

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: