Grupo supermercadista entrega 100 toneladas de alimentos para beneficiar comunidades impactadas pelo coronavírus

Grupo supermercadista entrega 100 toneladas de alimentos para beneficiar comunidades impactadas pelo coronavírus

Facebook Twitter Google+ LinkedIn WhatsApp

Doações fazem parte das mais de 300 toneladas que a empresa fará em todo o Brasil

 

O Grupo BIG iniciou iniciou no último dia 18 de maio,  a entrega de 100 toneladas de alimentos destinadas para as comunidades vulneráveis do Rio Grande do Sul próximas de suas lojas neste período de quarentena. O projeto, que tem como objetivo incentivar e recolher as doações feitas por clientes e pelos mais de 50 mil colaboradores da empresa. A entrega será feita para a Rede de Banco de Alimentos do RS.

 

O Grupo BIG contribuirá com o envio de mais de 300 toneladas de alimentos e produtos de primeira necessidade para entidades como o Mesa Brasil, Amigos do Bem e a Rede de Bancos de Alimentos do Rio Grande do Sul. A empresa também vai contribuir com o montante arrecadado pelos seus colaboradores, adicionando parte do valor que será doado para as comunidades impactadas pelo novo coronavírus.

 

No mês de abril até início de maio, o Banco de Alimentos já contabilizava 650.000 quilos de alimentos doados. São mais de 35 mil cestas básicas entregues para cerca de 150 mil pessoas beneficiadas. No mês de junho, o Banco de Alimentos estima chegar ao 1 milhão de quilos de alimentos entregues no Estado.

 

Sobre o Banco de Alimentos

 

O Banco de Alimentos é uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público, que atua como um gerenciador de desperdícios administrando três operações: coleta de doações, armazenamento e distribuição qualificada de alimentos realizada pelo SETCERGS para entidades beneficentes. O primeiro Banco de Alimentos do Brasil foi criado em Porto Alegre, no Conselho de Cidadania da FIERGS, no ano 2000, com o objetivo de combater a fome, a desnutrição e o desperdício de alimentos. Em vinte anos, o Banco de Alimentos já arrecadou e distribuiu mais de 50 milhões de quilos de alimentos para as entidades carentes. Atualmente, beneficia 312 entidades de todos os bairros da capital gaúcha, doando 250 toneladas de alimentos todos os meses.

 

Em 2007, foi criada a Rede de Bancos de Alimentos do Rio Grande do Sul, visando levar os benefícios do Banco de Alimentos para outras localidades, e ainda, estabelecer uma padronização de serviços e alinhamento da metodologia.

Leave a Reply

%d blogueiros gostam disto: