O Mercado Atual e a Recolocação Profissional

Facebook Twitter Google+ LinkedIn WhatsApp

O Brasil está vivendo um dos piores momentos econômicos dos últimos anos, passando por uma crise financeira, onde infelizmente, a cada dia temos informações de empresas fechando, reduzindo a carga horária dos colaboradores ou desligando funcionários, muitos destes que dedicaram anos à empresa. O resultado disso, é o crescimento da quantidade de profissionais em busca de uma recolocação, tentando retomar ao mercado de trabalho. Estes profissionais, muitas vezes fragilizados pelo fato de terem uma família para sustentar, encontram-se abalados por não terem uma ocupação, passando por grandes períodos desempregados. Diante deste cenário e após ter esgotado sua rede de contatos, os profissionais optam por cargos ou remunerações muito abaixo daquelas em que se encontravam anteriormente. Em contrapartida as empresas tendem a reduzir seus custos por precaução.

Quando a situação está difícil, podemos tomar duas atitudes: desanimar ou buscar novas oportunidades.

Para toda a crise também existe uma oportunidade, percebo então um grande número de profissionais buscando uma Assessoria de Recolocação (Outplacement). Este número vem aumentando, pois cada vez mais profissionais buscam uma forma de se tornar mais visível no mercado. Este pode ser um caminho muito positivo quando se escolhe a empresa certa. É importante para quem está em busca de assessoria profissional, conhecer a empresa ou buscar informações sobre a mesma e principalmente verificar se esta apresenta uma boa rede de contatos no mercado em que o profissional busca atuar. Com estas informações, ele poderá avaliar financeiramente o investimento e precisa entender que é um trabalho mútuo, onde ambos terão que trabalhar de forma focada nos objetivos propostos.

Existem também profissionais que perderam seus empregos e que buscam atuar de forma empreendedora. Além de apresentar um cenário mais promissor e cheio de oportunidades é importante avaliar todas as alternativas, pois entendo que tanto voltar para uma empresa como buscar empreender, o profissional deve realizar um bom planejamento para não colocar em risco a sua carreira.

Penso que é impossível ser feliz fazendo da vida o trabalho e do trabalho toda a sua vida. Nesse sentido, a separação do que é trabalho e do que é vida fora do trabalho faz toda diferença. É preciso ter objetivos concretos e definidos para ter sucesso.

Facebook Twitter Google+ LinkedIn WhatsApp

Diretora Executiva da Ser Humano Consultoria que atualmente completou 12 anos no mercado. Com 25 anos de experiência na área de Recursos Humanos, possuo ampla vivência na Gestão de Carreira onde desenvolvo trabalhos de Outplacement, Orientação de Carreira, Outsourcing, atendendo demandas como Recrutamento e Seleção, Plano de Cargos e Salários, Descrição de Cargos, LNT, Avaliação de Desempenho e Comunicação Interna. Nos últimos 10 anos direcionai a minha trajetória como Coach, atendendo Executivos e demais níveis em empresas de médio e grande porte em todo o Brasil. Administradora de Empresas, com Especialização em Gestão Estratégica de Recursos Humanos pela UFRGS e Gestão de Pessoas pela ESPM/RS. “Professional Coach” pela Academia Brasileira de Coaching do RJ. Formação em Coaching pela Personal Consulting em Porto Alegre. Possui Formação em Coaching Ontológico Sistêmico pela Escola Odisseia em Porto Alegre, concluido em Dezembro/2018 no total de 120 horas/aula. Possui formação em diferentes Ferramentas Comportamentais, tais como: DISC/VECA/QUANTUN/PDI e PI. Consultora certificada pela TTI Success Insights International para aplicação da Ferramenta DISC. Atuação de 15 anos em empresas de grande porte, como BRAHMA, BRASIL TELECON E DELL COMPUTADORES. Foi Vencedora do Prêmio Top Ser Humano ABRH-RS junto as empresas Brasil Telecom e Vant Telecomunicações S/A. Há 2 anos é Colunista do Portal/Jornal Rede Opinião.

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: