Presença feminina em espaços com perfis ainda considerados masculinos

Presença feminina em espaços com perfis ainda considerados masculinos

Facebook Twitter Google+ LinkedIn WhatsApp
Mecânica Gabriela K. apresenta nova marca e gerência com foco na liderança feminina
A presença feminina em espaços com perfis ainda considerados masculinos, principalmente quando se trata de áreas profissionais, têm aumentado expressivamente. Isso porque, empreendedoras como Gabriela Koslowski, mostram diariamente a força e o potencial das mulheres em suas profissões. Uma oficina mecânica muito frequentada, que antes pouco se via mulheres como colaboradoras e clientes, agora terá à frente seu nome e expertise.
A empresa, localizada na Avenida Ipiranga, 8011, trabalha com os mais variados tipos de automóveis, desde nacionais a importados. A mão de obra de extrema qualidade, estrutura de excelência e alto investimento em tecnologias são os principais diferenciais destacados pelos clientes.
Com o objetivo de aumentar a frequência feminina na Mecânica Gabriela K., a administradora não só colocou o seu nome na fachada, mas também pensou toda a logística de atendimento. Além disso, está focada em projetos como o “Mais Mulheres na Mecânica”, em parceria com cursos técnicos, que tem como meta para o final de 2021, fazer a mecânica ser frequentada por um público formado por 50% mulheres e por 50% homens. Para isso, vai chamar integrantes do curso para desenvolverem as suas habilidades em estágios dentro de seu negócio.
Esse espírito de liderança feminina de Gabriela nasceu muito antes de ter decidido abrir a própria oficina. Quando ainda estava na área financeira junto à família, já planejava iniciativas como workshops sobre mecânica básica para mulheres, que foram um sucesso antes do início da pandemia do COVID-19.
Ações como essas foram criadas para enfrentar o preconceito ainda vivenciado por mulheres no mercado de trabalho. “O desafio maior é atender o cliente, tratar sobre assuntos técnicos, lidar com fornecedores, ter que provar que tenho conhecimento técnico e fazer tudo isso de salto alto e maquiada, mostrando que nada disso diminui minha capacidade”, explica Gabriela Koslowski, que ouviu muitos comentários negativos sobre se tornar uma mulher à frente de uma oficina mecânica.
Acreditar em seu próprio potencial foi crucial para Gabriela na hora de superar as opiniões e colocar em prática os seus sonhos, levando em conta a importância da inclusão das mulheres em qualquer ambiente profissional. É assim que a empreendedora quer se tornar referência no atendimento dos serviços de mecânica geral: unindo os serviços de alta qualidade com uma ótima recepção para todos os clientes.
Sobre Gabriela K:
Gabriela Koslowski tem 26 anos e é nascida em Porto Alegre. Cursou oito semestres em Direito e decidiu que a mecânica era a sua área de realização pessoal. Foi então que começou a estudar Administração e Marketing, onde aprimorou os conhecimentos herdados na família, que carrega a vocação para a mecânica desde que seu avô fundou a sua primeira oficina, há 52 anos no quintal de casa.

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: