Suporte para gestantes durante pandemia com programa Laços Dourados

Suporte para gestantes durante pandemia com programa Laços Dourados

Facebook Twitter Google+ LinkedIn WhatsApp

Iniciativa, que já apoiou mais de 4.900 funcionárias e dependentes, reforçou o acompanhamento e orientações de especialistas com cuidados relacionados à pandemia e teve aumento de 37% no acompanhamento efetivo das participantes no último ano

Criado em 2016 como um projeto piloto voltado à identificação e apoio a gestações de risco, a iniciativa Laços Dourados é hoje uma ferramenta indispensável para que a Arcos Dorados promova mudanças significativas no dia a dia das gestantes empregadas pela companhia e dependentes. Durante o último ano, o programa, que tem como objetivo oferecer suporte no período gestacional e melhorar a qualidade de vida da mãe e do recém-nascido, passou a trazer para as participantes orientações sobre a Covid-19.

As informações são essenciais, considerando que, segundo dados do Observatório Obstétrico Brasileiro Covid-19 (OOBr Covid-19), o número de casos fatais de mulheres grávidas ou puérperas por infecções respiratórias e outras complicações triplicou em 2021, em relação à média semanal de 2020. Desde o início da pandemia, além de afastar as funcionárias grávidas, a empresa reforçou a iniciativa Laços Dourados para que as participantes contassem com suporte sobre o tema.

Com o intuito de apoiar as futuras mães, identificar gestações de alto risco e diminuir o índice de prematuridade, o programa atua por meio de contatos periódicos dos especialistas, que estimulam a adesão ao pré-natal, fornecem orientações sobre o período gestacional e desenvolvimento do bebê e incentivam o aleitamento materno. Para reforçar a importância dos cuidados e da prevenção ao Coronavírus, os profissionais do programa passaram a contextualizar o aconselhamento e considerar os cuidados necessários para promover a proteção contra o vírus.

Elizabete Inácio da Silva, de 24 anos, é Treinadora do McDonald’s em um restaurante de Ribeirão Preto (SP) e contou com o apoio do Laços Dourados no último ano, quando passou pela primeira gravidez. Ela conta que ter o suporte do programa a fez se sentir acolhida. “Me ajudou a sentir mais confiança saber que tinha alguém presente, que poderia me dar orientações com as dúvidas que começaram a surgir. Poder conversar sobre as mudanças que acontecem com você e com seu corpo é essencial”, conta Elizabete.

Atualmente, mais de 4.900 funcionárias e dependentes participaram e a adesão segue crescendo. No último ano, a companhia viu um aumento no número de atendimentos efetivos desde o início da pandemia, que chegou a ser 37% maior que no período anterior. No último ano também foi identificado uma redução de 30% no número de gestações de alto risco monitoradas pelo programa. Elizabete diz que acredita que as dicas que recebeu do programa ajudaram sua gravidez a ser mais tranquila. “Liguei para eles por vários motivos e tive orientação sobre alimentação, quais medicamentos poderia ou não tomar e até sobre os cuidados que tinha que adotar depois do surgimento da Covid-19”, completa a funcionária.

Para Mariana Scalzo, Diretora de Comunicação da Divisão Brasil da Arcos Dorados, a pandemia evidenciou a importância desse suporte para as mulheres. “Atualmente, cerca de 59% da equipe de restaurante é feminina e a gravidez é parte da rotina e a pandemia deu maior visibilidade à importância de cuidar da saúde como um todo, principalmente na gestação. Por isso, esse programa se mostrou tão essencial. O aumento de participação mostra que estamos no caminho correto para impactar positivamente o dia a dia das colaboradoras e suas famílias. Essa é uma grande preocupação da Arcos Dorados, que como grande empregadora, segue olhando para diferentes maneiras de melhorar a qualidade de vida de todos os seus funcionários”, destaca.

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: