15 dias, 3 pontos e o meu tempo perdidos | Por Ricardo Soletti

O saudoso Cláudio Cabral já dizia: “Olha aqui, ó. Time ruim não pode treinar. Porque, quanto mais treina, mais aprimora a ruindade.”

Acho que isso vale bem pra este time do Inter. Hoje à tarde, voltou a ser aquele o pastel sem recheio, quase vazio, daquelas rodadas tenebrosas.

Gente, que recondicionamento físico e treinamento são estes que os caras têm cãimbra aos 30 do segundo tempo e desaprendem o pouco que aprenderam?

“Ah, mas teve posse de bola…” Ahã… e fez o que com ela? Nada.

Nossa defesa? Assim como no jogo contra o Paysandu, esteve ridícula. Tomar aquele gol de escanteio com aquele zagueiro ruim cabeceando sozinho e, depois, aquele golzinho de HD da Farrapos, não tem explicação.

Gutiérrez, num time sério, é a terceira ou quarta opção. Claudio Winck voltou aos velhos tempos de ruindade e Pottker tem que decidir que se quer jogar futebol ou continuar praticando aquilo que pode ser qualquer coisa, menos futebol.

Passamos a tarde inteira fazendo cruzamentos ridículos da intermediária e consagrando o goleiro deles. Só uma boa decente cruzada, quase no fim do jogo.

Guto Ferreira levou uma eternidade pra fazer as substituições, como se estivesse empurrando o jogo com a barriga que, no caso dele, é mais do que normal.

Mas que mais me incomodou neste time ridículo de hoje foi a falta de fome de ganhar, de chutar, de fazer gol. E, pra mim, o momento mais emblemático, foi um escanteio a nosso favor, aos 43 minutos do segundo tempo. Edenilson, o grande moleirão do time, levou quase 1 minuto pra laçar mais uma bola cagada pra área.

E não me venham falar que o problema foi a falta do D’Alessandro. Cara, se o time cai tanto, tanto, mas tanto quando tá sem o D’Alessandro, este cara não pode ganhar só 900 mil por mês. Ele tem que ganhar uns 5 milhões.

Enfim, time ruim não pode jogar com a corda solta porque dá nisso: acharam que ganhariam a hora que quisessem. E fizeram este jogo cagado.

Parem com este frescura de poupar cara ruim. Ponham esses caras pra jogar até amistoso do bairro e joguem como homens no próximo jogo.

A cota de jogar como guri bunda mole foi solenemente esgotada no dia de hoje. Perder cinco jogos nessa segundona sofrível já tá de bom tamanho. Até pra um time ruim como este do Inter.

 

PS1: força, Klaus! Que se recupere logo.

 

Na boa e na ruim, Colorado até o fim.

Related Posts

Leave a Reply

%d blogueiros gostam disto: